Chapecoense 2×1 Juventus

Venceu sem convencer

Como escrevi ontem neste espaço acreditava que a Chapecoense além de vencer teria uma noite para convencer. Venceu, mas deixou uma péssima impressão ao torcedor. O futebol da Chapecoense regrediu frente a um adversário de baixíssima qualidade. A Chapecoense se enredou em falhas e falta de criatividade e o magro 2×1 por pouco não se transformou em fiasco.

O Juventus deixou de empatar e até mesmo de ganhar o jogo graças a sua péssima produção nas finalizações. Tivesse um homem de área teria virado o jogo. 

O torcedor vaiou com absoluta razão. Jogo para devolver ingresso.

A nota do presidente

Nei Maidana, presidente da Chapecoense, deu nota três ao time. Sentimento externado nos microfones após o jogo.

Sempre contido e controlado Nei deixou de lado a fala mansa e engrossou a voz e foi ácido na avaliação. Enxergou o jogo e vai cobrar explicações de seus comandados.

Grupo distante

O elenco da Chapecoense está distante do torcedor. Na temporada passada existia uma empatia entre as partes que este ano não está acontecendo. Criar este vínculo é de vital importância. Quando o torcedor fecha com o time as coisas acontecem com mais naturalidade. Em campo time apático e nas arquibancadas torcedores muito calados. Não está legal.

Criação

A individualidade de Waldson salvou a Chapecoense. Um gol e um passe certeiro para Emerson Cris. A Chapecoense jogou 20 minutos. Coletivamente o time foi um absoluto nada. Sem criação de meio de campo na noite passada tivemos ainda problemas de desarme. As alas estão lentas e previsíveis. A zaga perdida sem definir as funções. O conjunto da obra foi medonho de se ver.

Mauro Ovelha mexeu e a coisa piorou. Fosse outro adversário a derrota teria sido inevitável. Jogar desta forma contra o Brusque será fatal. Até Cadú Gaúcho foi mal para se ter uma idéia.

Voto de confiança

Este voto o elenco da Chapecoense sabe que já tem por parte da imprensa e principalmente dos torcedores.

Ele sempre será renovado, a cada jogo, a cada jornada.

Está na hora deste grupo respeitar este voto a dar aos torcedores e a nós da imprensa motivos maiores para que esta confiança aumente. Acreditar apenas não dá mais. É preciso um salto de qualidade e a demonstração de que não existe apenas a vontade de acertar e sim a capacidade para tanto. Alguma engrenagem está fora de lugar e deve ser recolocada imediatamente no prumo. Tempo é artigo de luxo. Está na hora deste grupo revalidar a confiança de todos que estão fora do gramado. É com vocês senhores!

Um comentario para “Chapecoense 2×1 Juventus”

  1. diogo disse:

    Olá,
    sabe dizer qual a previsão da volta do Nenem?

    Quem sabe ele de uma arrumada naquele nosso meio campo.

Deixe um comentario