Arquivo para fevereiro, 2010

Chapecoense empata em casa com show de desperdício

domingo, fevereiro 28th, 2010
Faltou exatamente isso!

Faltou exatamente isso!

Mais uma tarde de sofrimento para todos aqueles que querem ver a Chapecoense em outro lugar que não seja a zona de rebaixamento. Este empate de 0×0 contra o Ibirama só se fez pela falta de qualidade no acabamento das jogadas. Bruno Cazarine perdeu todos os gols que poderia perder. Steve deixou de marcar. Teve bola na trave e defesas espetaculares de Paulo Sérgio do Ibirama. Entendo os desfalques, compreendo as dificuldades para montar a equipe, mas os problemas aconteceram em setores que estavam completos e com o que tem de melhor.

Suca não tem tempo para treinar a equipe devido ao calendário e se recente disso. Mas não tem outro jeito, a realidade é esta e ponto final. Para quem está na zona de rebaixamento um empate em casa é uma pequena tragédia, convenhamos! A expectativa era de retomada e agora mais uma vez a dura realidade da manutenção na elite é que se apresenta. A verdade é esta e assim ela deve ser encarada. Parece que alguns ainda não assimilaram este preocupante momento. Hoje a Chapecoense estaria rebaixada e tem gente querendo iludir o torcedor falando em disputa de titulo.

É hora de acordar senhores!

Investimento sem retorno

domingo, fevereiro 28th, 2010
O tempo passa... o tempo voa

O tempo passa... o tempo voa

Faz parte do mundo dos negócios que um determinado investimento possa não dar o retorno desejado ou mesmo se transformar em prejuízo. Cadú é um exemplo perfeito. Quando em 2007 se apresentou como goleador houve a montagem de um pool para o investimento e a aquisição de parte de seu passe. Deu errado. Houve o empréstimo e um novo insucesso. Voltou e a má fase segue. Foi afastado para ser preservado e der repente em um jogo que se encaminha para o 0×0 Cadú volta a ser a solução! Entra e sequer consegue dominar ou passar a bola. Esta insistência está acabando com uma carreira e prejudicando a Chapecoense. Ele seria emprestado ao Esportivo, porém negou-se a ir e a diretoria aceitou. Quem manda afinal neste condomínio?

Em nome do bom senso e da preservação da carreira deste moço, que é muito boa gente e já nos deu tantas alegrias, por favor, parem com esta insistência insana.

Este investimento já era. É preciso reconhecer. Parem de aniquilar publicamente este rapaz!

É hora de devolver Alan Rodrigues

domingo, fevereiro 28th, 2010
Porque este rapaz foi contratado?

Porque este rapaz foi contratado?

Se não vão utilizar Alan Rodrigues não seria o caso de devolvê-lo? Atacante de área, goleador da segunda divisão, aqui na Chapecoense se transformou em peso morto. Sequer é presença garantida no banco de reservas. A diretoria reclama que a folha de pagamento está pesada, mas segue mantendo no elenco atletas que não lhe interessam. Na troca de Bruno Cazarine Alan Rodrigues deveria ter entrado para pelo menos justificar sua contratação. Não, ingressou o atleta/loteamento, Alan cria teia de aranha e a Chapecoense segue no rebaixamento.

Alguém está errado. Sou eu quem sabe?

Suca monta equipe para enfrentar o Ibirama na retomada

sexta-feira, fevereiro 26th, 2010
Ratinho comanda a meia

Ratinho comanda a meia

Agora a realidade é o Campeonato Catarinense. E nesta realidade a Chapecoense está na zona de rebaixamento e necessita colocar em ação seu projeto de recuperação. Pelo ânimo do grupo após o belo resultado da Copa do Brasil as esperanças estão renovadas. Rony foi liberado pelo BID e vai pro jogo na sua reestréia. O time: Ricardo, Rony, Morisco e Bido, Mazinho, Steve e Luiz André, Luciano Ratinho e Neném, Waldison e Bruno Cazarine. Uma improvisação apenas e uma equipe confiável para este jogo. O Ibirama joga diferente do Brasiliense e tem a tendência de alçar muitas bolas na área adversária para aproveitar a boa estatura de seu ataque. Um jogo diferente contra um adversário diferente e numa realidade de emergência.

Os números deste surpreendente Atlético de Ibirama

sexta-feira, fevereiro 26th, 2010
Um belo trabalho de Gelson Silva

Um belo trabalho de Gelson Silva

Os números do Ibirama são definitivos para destacar as dificuldades que a Chapecoense encontrará no domingo.

O Ibirama jogou 10 partidas e registra um retrospecto em casa de três vitórias e uma derrota e fora em seis jogos ganhou, empatou e perdeu duas vezes cada. Ganhou duas vezes fora! De 10 venceu cinco.

Com 17 pontos fez nove a mais que a Chapecoense computando apenas nove jogos. O adversário tem méritos. Em casa o campo pequeno lhe ajuda diriam alguns. Mas como explicar que fora de casa obteve oito pontos de 15 disputados? Jogando futebol de qualidade! O Ibirama fez fora (oito pontos) o que a Chapecoense fez em todo 1º turno. Está bom assim?

Pan-americano de Bocha ameaçado

sexta-feira, fevereiro 26th, 2010

Chapecó poderá ser sede do Pan-americano, poderá!

O evento está ameaçado se um bom aporte financeiro não for levantado. A Prefeitura de Chapecó já confirmou R$ 40 mil, mas são necessários mais R$ 50 mil. O detalhe é que a Confederação Brasileira da modalidade não coloca um centavo sequer para realizar o certame. Aí fica difícil!

Conseguirão captar estes R$ 50 mil entre os empresários locais? É difícil. Tudo muito bonito, tudo muito legal, Chapecó sede de um evento internacional, mas e a conta quem ajuda a pagar?

Estão de brincadeira.

Fesporte cancela evento e escancara crise financeira

sexta-feira, fevereiro 26th, 2010

Nota da Fesporte emitida ontem:

Fesporte cancela a 10ª edição da Maratona Internacional de Santa Catarina

A 10ª edição da Maratona Internacional de Santa Catarina marcada para acontecer no dia 18 de abril de 2010, em Florianópolis foi cancelada pela Fesporte.

A dificuldade na realização do evento, que obrigou ao cancelamento, se deve a um enxugamento do orçamento da entidade.

A organização tem obrigações no sentido de montar uma infra-estrutura adequada com segurança e conforto para todos os atletas e essas ações ficariam comprometidas devido aos cortes no orçamento. 

Diretoria da Fesporte.

Nota: Esta crise se arrasta há tempos, mas pegou forte mesmo nos JASC do ano passado e está escancarada no ano em que o maior evento esportivo de SC comemora 50 anos. A coisa está feia!

Os olhares se voltam para o Campeonato Catarinense

quinta-feira, fevereiro 25th, 2010
Vale a pena ver de novo

Vale a pena ver de novo

Passada a estréia da Chapecoense na Copa do Brasil o foco retorna para o Campeonato Catarinense que exige da Chapecoense um forte poder de reação. Em nono lugar entre 10 e habitando a zona de rebaixamento o Verdão precisa encontrar forças para uma campanha espetacular se almeja chegar à decisão. Sair da zona de rebaixamento será uma conseqüência natural desta reação. Pelo que vimos em campo na Copa do Brasil a retomada no estadual é possível, basta encarar os obstáculos com a mesma atitude e fazer de cada jogo uma decisão. A tabela se inverte e agora serão quatro jogos em casa e cinco fora.

Começa domingo aqui contra o Ibirama, algoz da estréia.

Na seqüência: Metropolitano em Blumenau, Avaí em casa, Juventus em Jaraguá do Sul, mais uma fora contra o Brusque, volta pra casa para enfrentar o Criciúma, vai ao litoral enfrentar o Imbituba, recebe o Figueirense e fecha o turno contra o Joinville no norte do estado. 

Com exceção do Juventus fora todas as outras tem um componente complicador. Em casa é um clássico e cima do outro. A tebela que era boa na primeira fase se torna pesada no returno. Nada que a Chapecoense já não tenha enfrentado. Começa domingo o caminho das pedras.

O retorno de Rony ao Verdão

quinta-feira, fevereiro 25th, 2010

Rony assume a ala direita

Ele conhece a Chapecoense e aqui viveu a glória. Chega para estancar um problema crônico que é a ala direita desde a saída de Thoni. Adaptação não será o problema. Troca o Inter/SM pela Chapecoense, portanto volta a subir na carreira. Mas qual será o Rony que vamos reencontrar? Aquele da final com direito a gol ou aquele do inicio que foi duramente criticado? Importante mesmo é destacar que a diretoria de futebol da Chapecoense movimentou-se mais uma vez para resolver um problema pontual e que estava obrigando o técnico a improvisar. Como não existe tempo para apostar em experiências a Chapecoense adota a tática de contratar aqueles que na média fizeram um bom trabalho.

Marista abre a temporada

quinta-feira, fevereiro 25th, 2010

Convidado pelo professor Magú estive hoje à noite no lançamento do projeto 2010 do futsal de base do Marista.

Ao longo do ano perdemos as contas de quantas conquistas o Marista arrebanha por este estado. 

Nossa obrigação como cronista esportivo é no mínimo divulgar as ações deste projeto vencedor.

O Marista é referencia em formação de atletas.   

Em breve mais noticias.