Copa SC – Chapecoense 4×1 Brusque

 

Fora!

A colheita das laranjas

Fosse Guilherme Macuglia um plantador de laranjas estaria muito rico lá pelo interior de São Paulo. A maneira como ele colheu as laranjas boas e separou das podres neste grupo da Chapecoense me leva a crer que aí está sua grande virtude. Do time que rebaixou a Chapecoense apenas duas peças estão na titularidade. Os outros nove e mais as primeiras substituições vieram depois. Separar aqueles que fazem mal a um grupo é sempre uma missão complicada e que exige grande poder de avaliação para que não se cometam injustiças. Guilherme foi feliz em suas escolhas e mostra que está com o grupo na mão e com isso consegue tirar dele uma produção muito interessante. A Chapecoense está jogando de forma compacta e coletiva como ainda não havia jogado neste ano. Existe a vontade coletiva de melhorar e de subir.

Estes fatores combinados fazem toda a diferença. A Chapecoense é um time sem craques, mas com um senso de união verdadeiro.

Público interessante para a copinha

Na tarde de ontem na Arena Condá, mesmo sem a divulgação oficial por parte da Chapecoense, tivemos um público próximo a três mil para ver Chapecoense 4×1 Brusque. Muito bom para a Copa SC que ainda não caiu no agrado do torcedor. Como deixar uma torcida com esta pegada fora da primeira divisão?

Em outros estádios se conta o público nos dedos.

A Chapecoense começa a reconquistar a confiança dos torcedores e com isto vai aumentar sua média de público com certeza.

Seria interessante que esta promoção nos preços dos ingressos fosse ampliada e que ao longo da semana os veículos de comunicação pudessem sortear entradas para promover o jogo. Com a palavra o departamento de marketing que anda meio escondido.

Jogadas de laboratório e bolas paradas venenosas

A mão do técnico pode ser vista quando as bolas paradas têm aproveitamento e quando existem jogas de um dois com rapidez e que deixam o jogo fluir com naturalidade.

Pois na Chapecoense, depois de muito tempo, podemos ver que a equipe está bem orientada e executa com eficácia um repertório muito bom de jogadas.

A possibilidade de repetir escalações e o bom preparo físico que já se faz\ notar tem sido decisivos para este belo momento que vive a equipe.

Guilherme Macuglia está tendo à felicidade de conseguir moldar seu esquema tático as peças que tem a disposição e não a equipe a sua maneira preferida de jogar.

Está fazendo o lógico, o chamado feijão com arroz muito bem temperado que sempre dá bons resultados.

Guilherme preparou uma série de jogadas nos treinos e elas estão sendo executadas a contento dentro de campo. Pode até parecer fácil, mas não é não! É preciso trabalhar muito e sério.

Ficha técnica: Chapecoense 4 x 1 Brusque

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC).

Data: 23/05/2010 (domingo).

Horário: 15h (de Brasília).

Arbitragem: João Fernando da Silva, auxiliado por Kleber Gil e Sandro Rodrigues.

Cartões amarelos: Pereira e Valdo (Brusque); Groli e Vágner Rosa (Chapecoense).

Cartões vermelhos: Cris (Brusque).

Gols: Neílson, aos 15/1ºT e aos 31/2ºT, Eduardo Erê, aos 29/1ºT e Xaro, aos 35/2ºT (Chapecoense). Valmir, aos 17/1ºT (Brusque).

Chapecoense

Nivaldo; Pereira, Groli, Eduardo Erê e Sílvio Bido (Neném); Serginho, Vágner Rosa e Luciano Ratinho (Xaro); Rogério, Waldison (Valdir) e Neílson.

Técnico: Guilherme Macuglia.

Brusque

João Ricardo; João Neto (Luís Henrique), Rogélio, Cris e Valmir; Carlos Alberto, Leandro Leite (Paulinho), Diogo e Pereira; Valdo e Rafael Xavier (Lourival).

Técnico: Joceli dos Santos

 

3 comentarios para “Copa SC – Chapecoense 4×1 Brusque”

  1. PRISCILA disse:

    >>>>>>>>>>>>Acho q vou ter que começar a fazer previsões….. pq em relação aos posts de derrotas eu acertei…….

    Deixa eu te contar que ontem já tinha jogador no PAgode……..

    MAs enquanto tiverem ganhando não tem problemas…..deixa eles irem todos os domingos…..
    isso da um animo pra começar a segunda feira que só…..

    Mas se começarem a perder te conto quem são…………kkkkkkkkkk

    Abraços …………….Ótima Semana…………….
    E não espalhe essas notícias…….. e nem conte a fonte….pq um bom jornalista não informa suas fontes.

  2. fernando disse:

    So que falta este fernando querer acreditar.
    Que blog sem graça o teu hem?

  3. fernando disse:

    Torceria para qual time o querido? Tá com dor de cotovelo também? Neosaldina nele!

Deixe um comentario