O Brasil de Pelotas para enfrentar a Chapecoense

O competente Gilmar Iser comanda o Brasil

A exceção de Renato, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Gilmar Iser deve repetir no domingo, diante da Chapecoense, a mesma equipe que venceu o Juventude no estádio Alfredo Jaconi. Lino foi o escolhido pelo treinador para ocupar a vaga. Desta forma, a tendência é que o Brasil entre em campo às 16h de domingo, no estádio Bento Freitas, com: Luiz Müller; Ramos, Amarildo e Lino; Raulen, Márcio Hahn, Cléber Gaúcho, Ricardinho e Dudu; Michel e Vanderlei. Texto que está no site do Xavante.

Este Brasil é uma equipe experiente e bastante identificada com o jeito de ser da Xavante.

O goleiro Luiz Muller é um gigante que sofre com bolas baixas. Ricardinho tem boa movimentação. Michel é um acima da média ara a Série C. De resto nada de muito extraordinário, porém, o conjunto chama a atenção pela pegada e pela forma agrupada como atua.  

Comparando as campanhas até aqui

Olhe a tabela a faça uma analise

GRUPO D
                     
POS CLUBE PG J V VC VF E EC EF D DC DF GP GC SG %
CHAPECOENSE/SC 9 5 3 3 0 0 0 0 2 0 2 7 6 1 60.0%
CRICIÚMA/SC 7 5 2 2 0 1 1 0 2 0 2 5 3 2 46.7%
CAXIAS/RS 7 4 2 2 0 1 1 0 1 0 1 3 2 1 58.3%
BRASIL/RS 7 5 2 1 1 1 0 1 2 0 2 4 5 -1 46.7%
JUVENTUDE/RS 3 5 0 0 0 3 1 2 2 1 1 1 4 -3 20.0%

 

A Chapecoense além de líder tem o melhor ataque, mas também tem a defesa mais vazada.

O Brasil está com dois pontos a menos, marcou menos três gols do que a Chapecoense e tem a segunda defesa mais vazada com um a menos que a Chapecoense.

O Brasil venceu foraa, coisa que a Chapecoense não fez, porém, empatou uma em casa, coisa que a Chapecoense também não fez.

O equilibrio existe no Grupo da Morte. Dos cinco apenas o Juventude desfina.

Deixe um comentario