Arquivo para setembro, 2010

Sugestão da coluna e do blog foi atendida pela Prefeitura

quinta-feira, setembro 30th, 2010

Na semana passa sugeri que o espaço nobre que está localizado na rótula da Pittol fosse utilizado para chamar o torcedor para o jogo contra o Ituiutaba. Fiquei muito feliz em ver a sugestão atendida e desta forma estamos todos colaborando para que se crie um ambiente positivo para a Chapecoense nesta disputa de vaga para a Série B de 2011. Este local tem sido utilizado pela Prefeitura Municipal de Chapecó para divulgar os grandes eventos aqui realizados. Impossível não visualizar a mídia ali colocada. Além de forte apelo de divulgação o material ali colocado é de muita qualidade e de bom gosto.

O clima está muito bom para este jogo frente ao Ituiutaba. No grupo da Chapecoense existe uma corrente de união poucas vezes vista e todos são sabedores da importância do primeiro jogo e estão sabendo respeitar o Ituiutaba como ele merece. Clima de já ganhou simplesmente não existe e é justamente por aí que se começa a ganhar um jogo.  

Sandro Sotilli, 37 anos, segundo maior goleador do futebol gaúcho em todos os tempos, perde apenas para Baltazar ex-Grêrmio, teve seu contrato renovado com a Chapecoense para estes dois jogos decisivos, o que representa uma aposta da diretoria neste experiente atleta para estes jogos que são o limite entre a glória e a frustração. Sotilli volta ao Pelotas após servir a Chapecoense. Esta renovação me faz crer que Sotilli será o companheiro de ataque de Waldison para o jogo de Chapecó.

Outro fator de destaque é a confirmação por parte da TV Brasil do Governo Federal de que o jogo entre Chapecoense e Ituiutaba será transmitido para três regiões do País.

Certamente teremos uma arbitragem com um comportamento muito mais estável. Finalmente está chegando à hora.

Macuglia vê ampliadas suas opções

terça-feira, setembro 28th, 2010

Pela primeira vez, desde que chegou para comandar a Chapecoense, Guilherme Macuglia vê a possibilidade de escolher entre muitas opções para fechar seu time que enfrentará o Ituiutaba.

Este é o lado positivo desta parada de 26 dias entre o último jogo da primeira fase e o mata-mata.

É importante neste momento que Macuglia não perca o foco na melhor formação e que consiga montar uma equipe compacta como ele gosta e convém.

Existem peças que estão confirmadas, mas com as várias opções para o ataque as dúvidas podem aparecer. No ataque Rogério, Gustavo Papa, Neílson, Waldison e mesmo Xaro se apresentam para o jogo. Pelo momento Waldison e Neílson parecem estar em melhor condição.

O que vi de Gustavo Papa no amistoso contra o Lajeadense me animou. Gustavo está recuperado completamente da lesão, mas ainda necessita ganhar na preparação física, ou seja, ainda não é jogador para 90 minutos. Como o momento é de decisão poderemos ter a necessidade de alguns “sacrifícios” em nome do acesso.

No jogo aqui em Chapecó o que deverá acompanhar os atletas dentro de campo será a força de promover uma verdadeira blitz sobre o Ituiutaba. O jogo é este, o jogo é aqui!

Força ofensiva máxima e total entrega. É o que todos esperam.

Uma boa idéia

terça-feira, setembro 28th, 2010

Conversando com o Tadeu Costa na segunda-feira ele teve uma grande sacada. Sábado dia 09 teremos mais uma edição do Sábado D em Chapecó visando às vendas para o Dia da Criança. É uma data forte do comércio. Jogo da Chapecoense em dia de Sábado D todos sabem causa queda acentuada na presença de público. A Chapecoense não pode perder dinheiro e muito menos a força de uma Arena lotada. Se não for possível a transferência do jogo para o domingo, que transfiram o Sábado D transformando-o em um Domingo D especial para as crianças. Baita idéia Tadeu! Fica a sugestão.

Não existe necessidade de nova vistoria

terça-feira, setembro 28th, 2010

Major Balsan

Alguns acreditam que a Arena teria de passar por uma noiva vistoria para receber o jogo contra o Ituiutaba.

Como achei estranha a informação liguei ontem à tarde para o Major Balsan que comanda os Bombeiros em Chapecó. Segundo me disse o Balsan à atual vistoria tem validade de um ano, portanto está dentro do prazo, e que até agora não havia recebido nada que solicitasse uma nova ação. Porque uma nova vistoria agora se a Arena Condá abrigou toda uma primeira fase de uma competição nacional e recebeu jogo da Copa do Brasil?    

Ainda segundo Balsan a Arena tem liberação para receber 10 mil torcedores. Como temos cerca de três mil sócios ativos, cerca de sete mil ingressos poderão ser vendidos.

Uma nova vistoria poderia ser executada em caso de solicitação de aumento de capacidade por parte da Prefeitura Municipal a pedido da Chapecoense.

Mas existe segurança para aumentar esta capacidade?

A média da Chapecoense na primeira fase foi de cinco mil pessoas, portanto, uma capacidade para 10 mil me parece bastante razoável. Agradeço ao Balsan pela atenção.

Quanto a Policia Militar, esta sim deve armar um esquema especial de segurança, mas nada que merece a elaboração de um novo laudo.

Um teste interessante para começar a semana

domingo, setembro 26th, 2010

Amanhã (27) à tarde, 16 horas, na Arena Condá, com portões fechados para escapar da ganância da Federação Catarinense de Futebol, a Chapecoense recebe o Lajeadense para um jogo treino.

Guilherme Macuglia terá desta forma a possibilidade de avaliar como estão aqueles que voltam do Departamento Médico e a real possibilidade de utilização deste verdadeiro batalhão. Esta semana será decisiva para que Guilherme Macuglia defina quem pode e quem não pode voltar. Teremos disputas muito interessantes no ataque e no meio de campo. Gustavo Papa é o atleta a ser analisado. Voltando de uma grave lesão no joelho ele está pedindo cancha para iniciar um jogo e desta forma mostrar suas qualidades. Se ele reagir bem aos testes desta semana teremos no mínimo cinco ótimas opções para o ataque.

Na meia cancha a analise mais aprofundada será sobre Pedro Ayub, que está liberado para os treinamentos e que também se diz apto para o retorno. Bons problemas para serem resolvidos pelo técnico da Chapecoense.

Na verdade a analise terá de ser muito criteriosa para que não se cometam falhas e que culminem com a escalação de um atleta que não esteja 100%. Na hora da decisão só poderá jogar quem estiver na plenitude de suas possibilidades. Este é o segredo do negócio.

Guilherme Macuglia está aguardando a chegada de vídeos do Ituiutaba para que possa analisar o adversário do acesso. Houve a contratação de um “profissional” de Minas Gerais para que ele captasse imagens. O rapaz parece que recebeu o pagamento, mas até agora não enviou o material. O que teria acontecido? Aí tem coisa!

Um parto de quíntuplos

quinta-feira, setembro 23rd, 2010

Comparo o acesso da Chapecoense para a Série B com um jovem casal, sem filhos, e que resolveu fazer um tratamento para a chegada do primeiro filho. O tratamento foi realizado de tal forma que quando houve a confirmação da gravidez eles ficaram sabendo que seriam quíntuplos. Primeiro vem o espanto e depois a necessidade de organizar a vida para receber esta nova e feliz realidade.

Pois assim está a Chapecoense. Grávida de cinco e com a casa pequena e o orçamento apertado para amparar as necessidades que se apresentarão no momento em que a nova realidade se apresentar.

Será preciso uma verdadeira reengenharia na vida da Chapecoense. Uma Série B requer correr o Brasil de maio a dezembro. Uma Série B requer um elenco mais qualificado e conseqüentemente mais caro. Uma Série B requer toda a sorte de situações que a Chapecoense ainda não viveu. Justamente igual ao casal que sem filhos morava em um quarto e sala e que agora terá de ampliar a casa e com esta ampliação espichar o orçamento. Em dois eles não conseguirão cuidar de cinco ao mesmo tempo e terão de contratar uma babá.

Um episódio deste porte faz a vida de pessoas e entidades dar um giro de 180º. Mas afinal de contas comparo este acesso à vida e é justamente o que a ida para a Série B representa. Vida nova!

Parece que a revistinha vai sair

quinta-feira, setembro 23rd, 2010

Há seis meses uma “empresa” apresentou um projeto ao marketing da Chapecoense para edição de uma revista de descontos voltada aos associados. Mais de 90 empresas assinaram contratos e certamente pagaram pela mídia e até agora nada da revista circular. Os valores variavam entre R$ 200,00 e R$ 600,00. Devido a inúmeras reclamações pela demora na entrega do produto o Departamento de Marketing da Chapecoense resolveu chamar para si a responsabilidade e até a semana que vem deveremos ter a tal da revista na praça. Bom salientar que o mentor da brilhante idéia não faz mais parte do marketing da Chapecoense. Saliento também que novas comercializações de espaços publicitários estão proibidas pela Chapecoense. Fiquem atentos.

Está mais do que na hora de terminarmos com este tipo de situação que em nada contribui para a Chapecoense e para os sócios. Este tipo de negócio só serve para colocar dinheiro no bolso de alguém e para queimar o filme da entidade. Chapecó já está grande demais para alimentar este tipo de coisa. Estas revistinhas e jornalecos de ocasião, somados a estes troféus pagos que juram que sua empresa é a melhor da cidade deveriam ser banidos através de uma ação da Associação Comercial.

Chapecó está repleta de bons veículos de comunicação para que a mídia de sua empresa seja veiculada. Chega de dar espaço para picaretagens.

O problema é que a vaidade pessoal muitas vezes fala mais alto. A lei da ganância é a seguinte: Para os espertos prosperarem, os trouxas devem existir. Tu és um deles?

CBF muda datas dos jogos do Criciúma e da Chapecoense

quarta-feira, setembro 22nd, 2010

Segundo nota da entidade, quartas de final da Série C deve ter televisionamentoA CBF divulgou nesta terça-feira a tabela das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro e apresentou mudanças nas datas previstas para os jogos dos times catarinenses. O Criciúma começa a decidir o acesso contra o Macaé no dia 10 de outubro (domingo), às 10h, no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ). O jogo de volta será no dia 23/10 (sábado), às 16h, no Heriberto Hülse. FutebolSC.com
Já a Chapecoense inicia a disputa pela vaga na Série B 2011 com o Ituiutaba-MG no dia 9/10 (sábado), às 16h, na Arena Condá. A partida decisiva está marcada para 16 de outubro (sábado), no Estádio da Fazendinha, em Ituiutaba (MG).

Em nota oficial, a CBF explicou que as mudanças nas datas foram feitas para favorecer o televisionamento das partidas.

FONTE: Redação FutebolSC.com

Chega de dodói, à hora é de superação

quarta-feira, setembro 22nd, 2010

Apenas um exemplo

Vale para todo elenco da Chapecoense. Dores localizadas, desconfortos musculares, tudo terá de ser deixado de lado em nome do acesso para a Série B.

O momento é de superação, a final é agora, o que vier depois é uma conseqüência e vale menos do que este mata-mata contra o Ituiutaba.

Sinceramente eu não consigo aceitar que com um momento tão importante pela frente e com todos os prêmios oferecidos pela diretoria e com todo calor que emana dos torcedores ainda exista lugar para uma dorzinha aqui e acolá.

O grupo da Chapecoense precisa entender que a hora é agora. Insisto neste ponto porque não me pareceu que todos estavam cientes da situação quando empataram com o Caxias aqui. Depois tivemos de sofrer abraçados ao rádio.

Mobilização externa existe e cresce a cada dia. É preciso agora mobilização interna.

Repito que a diretoria está fazendo sua parte.

Há, mas é muita pressão em cima do elenco! Diriam alguns. Pressão? Pressão passou o torcedor pela vergonha do rebaixamento. Pressão passou a diretoria para pagar as contas dos mercenários que roubaram nosso dinheiro. Pressão passou a imprensa que quase foi apedrejada no primeiro semestre. Pressão é isso!

O grupo da Chapecoense é novamente respeitado pelo torcedor, as contas estão em dia ou próximas disso, prêmios estão definidos. Então senhores, entrem em campo, vençam o jogo e entrem para a história. Combinado? Beleza.

Olhos voltados para o amanhã

quarta-feira, setembro 22nd, 2010

A Chapecoense está assim, olhando o futuro promissor que se apresenta. Quem poderia imaginar que após o desastre que foi o inicio desta temporada teríamos agora a possibilidade de decidir um acesso a Série B nacional. Mas esta é a realidade.

Ontem à tarde a Chapecoense desistiu da inter-temporada em Itá e em qualquer outro local devido à impossibilidade de encontrar um hotel que pudesse abrigar a delegação pelo período de uma semana. Simplesmente não existem vagas no final de semana. Dos males o menor.

O negócio é treinar forte e sério, independente do local.

Será até bom para o elenco que ele se “contamine” pelo clima que está tomando conta da cidade. A presença dos torcedores nos treinos deverá colaborar para este esquenta.

Com a longa parada que se apresenta teremos certamente uma série de altas no Departamento Médico e com isso um acréscimo substancial para Guilherme Macuglia em opções qualificadas. Fala-se muito em novas contratações, mas eu sinceramente não acredito que seja necessário, a não ser no caso de alguém fora de série, o que é muito difícil.

Até sexta-feira a Chapecoense tem tempo para contratar, mas é nítido entre os diretores que Guilherme Macuglia terá de retirar do grupo disponível as suas soluções.

No ataque Neilson e Gustavo Papa devem estar disponíveis. De resto a Chapecoense tem opções interessantes. Se este grupo conseguiu chegar até aqui certamente terá condições de passar pelo acesso.

O que a Chapecoense necessita é jogar mais e melhor, coisa que não fez nos últimos jogos.