A mágoa do Gringo

Magoado.

Na edição de hoje do Jornal do Meio Dia da RIC/Record uma entrevista realizada pelo repórter Renan Agnolin, que aliás está melhor a cada dia, apresentou um Agenor Piccinin carregado de mágoa contra a Chapecoense.

Em síntese ele se sente desvalorizado pelo Verdão ao passo que foi o técnico mais vitorioso na história da Chapecoense e acredita não ter recebido a devida valorização.

No calor da emoção por ter levado o Concórdia de volta a elite do futebol catarinense e perguntado sobre Chapecó ele acabou deixando transbordar uma torrente de mágoas que deixa claro o porquê de Piccinin não voltar para Chapecó.

Na verdade, Piccinin, apesar de ser um técnico competente, não sabe receber ordens e centraliza todas as decisões. Na estrutura que tem hoje a Chapecoense ele jamais se adaptaria. A convivência entre Piccinin, Pallaoro e Izair Gambatto não duraria 30 minutos.

Na verdade, Piccinin, precisa reavaliar seu jeito de trabalhar e iniciar uma adaptação aos novos tempos para o bem e a evolução de sua carreira, caso contrário, treinará sempre equipes pequenas ou em crise.

Nunca é tarde para mudar, para evoluir. Piccinin sairia ganhando e abriria o mercado de forma espetacular.   

Depois deste desabafo da RIC/Record, vai demorar um tempo para Piccinin voltar a trabalhar na Chapecoense.

Uma marca de Agenor Piccinin é a sinceridade e os sinceros sempre pagam um preço alto.

Porém, faço questão de ressaltar que Agenor Piccinin é um dos técnicos com percepção mais apurada sobre o futebol que eu conheço. Ele sabe muito.

2 comentarios para “A mágoa do Gringo”

  1. Nelson Kichel disse:

    Agenor Piccinin pode ser, sim, um bom treinador, porém em 2007 – por erro de avaliação dele – Verdão foi eliminado, de forma bisonha, da série C.
    O segundo semestre de 2007 foi nulo.
    Isso foi desgastante.
    Verdão foi campeão Catarinense 2007 (primeiro semestre), e depois – segundo semestre – foi eliminado na primeira fase da série C, cuja chave tinha Ulbra-RS, Roma-PR e Paranavaí, se não falha minha memória.
    Na época, tinha-se a expectativa do Verdão forte na série C 2007; entretanto, a participação do Verdão nesse certame nacional foi um fiasco.

  2. Verdão disse:

    sim Nelso, mas vc queria o que, se em 2007 tinha um presidente que toda vez que abria a boca falava “por mim não disputaria a série C” um cara pra lá de motivado….. e gremista, tanto é que na festa de comemoração do titulo de 2007, lá estava vestido com a camisa do grêmio.

Deixe um comentario