Duas confirmações e duas escapadas

Rodrigo Thiesen confirmado

Rodrigo Thiesen e Medina são as novas contratações da Chapecoense. O zagueiro Neguetti, irmão de Rogélio do Criciúma, estava acertado e seria anunciado ontem, porém, veio uma oferta do exterior e ele acabou declinando. Outro que estava acertado era o ala esquerdo Stanley que jogou pelo Ituiutaba. Porém, surgiu uma lesão de quadril e ele ficará dois meses parado. Contratação cancelada.

Rodrigo Thiesen é volante, tem 24 anos, surgiu como promessa e ainda necessita se firmar. Tem um futebol interessante e uma saída de bola muito qualificada. Uma passagem pela Chapecoense pode ser uma vitrine interessante para o atleta.

Medina tem 22 anos, ala pela direita, vem para repor a saída de Thoni. Surgiu como uma das maiores promessas do futebol de SC nos últimos tempos. No Avaí me parece que aceleraram em demasia sua escalada e o atleta acabou se queimando. Tem futebol e vigor físico. Surgiu como promessa por ter um avanço em diagonal muito forte e um jeito diferenciado de tratar a bola. Na mesma condição de Thiesen ele chega à Chapecoense ainda carregando a necessidade de se firmar. Será um investimento bom para ambas as partes, desde que o atleta entenda desta forma.

Medina terá parte do salário pago pelo Avaí, o que mostra que a intenção do seu clube é realmente fazer com que o atleta jogue e reapareça para o mercado. Medina e Thiesen devem usar como referência as situações de Rodolpho, Cleverson, Aloísio, Dema e Diogo Roque, que estavam encostados em seus clubes e quando chegaram a Chapecoense souberam aproveitar as oportunidades, reavivaram suas carreiras, foram valorizados e hoje vivem a feliz realidade dos campeões.

Gostei das contratações. Os dois têm potencial e podem realmente colaborar para uma melhora substancial em setores em que a Chapecoense perdeu dois jogadores de nome e importância, mas que é bom lembrar apresentaram um futebol abaixo do esperado. Saem dois experientes e chegam dois mais jovens. Parece-me uma aposta positiva.

Os que devem sair

Rogério, Silvio Bido, Xaro, Badé e Kleber Goiano. Estes estão no chamado stand by, aguardando para ver o que acontece. Nem todos devem sair, mas a maioria está com a passagem comprada. Rogério precisa querer jogar. Silvio Bido está desgastado pelo tempo de clube. Kleber Goiano não inspira a confiança necessária, mas ainda tem ambiente. Xaro jogou bem o Gaúchão, mas também não empolga. O caso mais complicado é o de Badé. Os dirigentes estão arredios com uma possível permanência devido ao comportamento que teve quando foi para a reserva de Aelson. Reserva esta, aliás, muito merecida.

Dizem que Badé pressionou uma barbaridade e acabou criando problemas de vestiário. Sem desmerecer nenhum dos profissionais, seria interessante que todos trocassem de clube e seguissem suas vidas. Já deram o que tinha que dar.

 

Foto: Futebolsc.com

Um comentario para “Duas confirmações e duas escapadas”

  1. juliao disse:

    O medina realmente tem muita qualidade, e bom jogador, e vai se dar bem no chapecoense, pois futebol para isso ele tem de sobra, boa sorte.

Deixe um comentario