Viva a democracia!

A nota oficial expedida pela assessoria de imprensa da Federação Catarinense de Futebol, relacionada a possíveis protestos contra a CBF e contra seu presidente, Ricardo Teixeira, a declaração de que o Estatuto do Torcedor será aplicado contra possíveis manifestantes, e desta forma podendo os mesmo ser impedidos de ingressar no estádio ou mesmo sendo retirado de dentro dele, virou pauta na imprensa nacional. Torcedores de Avaí e Figueirense estão programando uma manifestação conjunta para domingo. Em face da ameaça, Delfin Filho, tratou de se antecipar.

A medida está sendo vista como fascista.

Delfin faz parte do primeiro time da CBF. Foi ele quem chefiou a delegação da seleção brasileira sub-20, que recentemente sagrou-se campeã mundial. Delfin defende um amigo e a estrutura que faz parte. Até aí tudo certo, mas proibir a livre manifestação dos torcedores é outra situação. O pior de tudo, é que esta ação da FCF está baseada em uma Lei Federal. Viva o Brasil!

 

 

Deixe um comentario