Um basta no amadorismo

A diretoria da Chapecoense tomou mais uma decisão sensata e que converge para a profissionalização da entidade. Uma nova onda de cobranças judiciais atingiu a Chapecoense nos dois últimos jogos em casa, com apreensão das rendas dos jogos, para quitação de dividas trabalhistas. Um levantamento prévio indica que a Chapecoense teria hoje uma divida em torno de R$ 1 milhão. Este número é uma estimativa. Quanto às dividas trabalhistas, a entidade não sabe exatamente quantas são e quanto é o montante devido.

Com base neste quadro de desorganização a diretoria contratou uma empresa de auditoria para realizar um pente fino nas contas e para levantar todo o quadro financeiro da entidade.

Terminado este levantamento a diretoria terá em mãos um documento que vai permitir que exista um planejamento profissional das ações da entidade e que uma programação possa ser feita no sentido de buscar a equalização do quadro financeiro.

É assim que se faz. Com um orçamento de mais de R$ 5 milhões/ano, podendo dobrar em curto espaço de tempo caso o acesso a Série B se confirme, não existe mais possibilidade de gerenciar esta empresa como se ela fosse um brinquedo.

A seriedade no trato dos recursos já existe, o que precisa ser desvendado são os desmandos do passado e de que forma eles realmente afetam a Chapecoense.

Esta auditoria será como abrir o sarcófago de uma múmia. Sairá de dentro desta tumba uma série de informações e um relato fiel e preciso de quem foi realmente competente e leal e quem foram os que liquidaram com a saúde financeira da entidade.

A Chapecoense é totalmente viável, mas é preciso saber em que lugar pisar.

Esta atitude é uma demonstração concreta de que as pessoas que tocam a Chapecoense não estão para brincadeiras.

3 comentarios para “Um basta no amadorismo”

  1. VOLPATTO disse:

    Muito bom, Doesse.

    Mas fico pensando: Só agora vão fazer isso?!?!

    Isso é a primeira coisa a se faz quando se assume uma empresa ou órgão.

    Pelo menos a tendência é melhorar ainda mais pro nosso Verdão.

    Grande abraço a todos!

  2. fernando disse:

    Antes tarde do que nunca.

  3. VOLPATTO disse:

    Há alguns anos, não muitos, uns 5 ou 6 anos, lembro de um “mutirão” para deixar a Chape em ordem. Teve um advogado de Chapecó que fez um levantamento de todas as ações envolvendo o clube (salvo engano foi um Barela) com o fim de renegociações. Até chegaram a divulgar que o rombo, na época, não era tão grande quanto se imaginava. Não sei como deixaram “degringolar” de novo… MAIS RESPONSABILIDADE, DIRIGENTES!

    ABRAÇO A TODOS!

Deixe um comentario