Pegada forte

Olhando o site do Brasiliense o que leio é uma seqüência de noticias relacionadas a um ritmo muito forte de treinos comandados por Argel Fucks.

Outro destaque está relacionado ao plano de o Brasiliense chegar a Série A já em 2014. Ou seja, o Brasiliense é um adversário que se mostra mobilizado e encarando este jogo de segunda-feira contra a Chapecoense com muita responsabilidade.

Tenho minhas dúvidas no que se refere à qualidade da iluminação do estádio, que acabou por levar o jogo para a parte da tarde. Um estádio daquele porte e com o Brasiliense almejando subir, estar sem condições de um jogo noturno? Sinceramente não posso acreditar.

As tardes do Planalto Central, nesta época do ano, alcançam temperaturas acima dos 30 graus e com umidade relativa do ar em níveis críticos de tão baixos. Já estive em Brasília nesta época do ano e nestas condições. É simplesmente terrível, para quem não está acostumado, encarar um clima desértico.

Porém, dando uma olhadinha na previsão do tempo, marca chuva boa para segunda-feira. Será?

Qualquer coisa é só levar o Martinão na delegação que a possibilidade de o Noé e sua arca aparecerem por lá é grande.

Mas com tempo seco ou não a Chapecoense terá de encarar este compromisso. Na parte física a Chapecoense está muito bem. Haverá um desgaste como ainda não houve nesta Série C, mas o grupo vai suportar.

O que aguardamos está relacionado ao que Mauro Ovelha vai adotar como ideal na sua escalação. O que é certo que não muda é o esquema. Para começar é o 3-5-2.

Nequinha entra na direita? Neguetti será um dos três zagueiros? Escolhas que passam somente por Mauro Ovelha.  O que tranqüiliza é saber que a Chapecoense tem padrão de jogo, sabe jogar fora de casa, tem um grupo com personalidade e que sabe explorar o fator local dos adversários e a necessidade que se tem de vencer em casa.

Mauro Ovelha muda a equipe e o rendimento não cai.

Tenho certeza que este Brasiliense é melhor do que o Brasil de Pelotas e o Santo André, mas também acredito que não é superior que o Caxias e o Joinville e a própria Chapecoense. Não existe Bicho-Papão. A diferença se faz com pegada e atitude de vencedor, dentro ou fora de casa.

 

Ilustração: Site Chapecoense.

2 comentarios para “Pegada forte”

  1. Rafael Moura disse:

    Será que falta iluminação????

    http://www.youtube.com/watch?v=n6vf3MvxAME

    Não parece.

  2. Belamir Dos Santos disse:

    O futebol ruim apresentado pela Chapecoense em alguns jogos da serie C, podem preocupar, mas sabemos que a Chapecoense também fez bons jogos, portanto sabemos que a Chapecoense tem futebol para vencer e convencer, mas é preciso mais do que nunca não perder o foco, a MOTIVAÇÃO, a cada dia, cada jogo, deve aumentar. Sugiro que essa MOTIVAÇÃO seja trabalhada de forma constante nessa reta final, pois como já falei, futebol a Chapecoense tem. Futebol é momento, portanto, ganha quem estiver melhor preparado e MOTIVADO para cada jogo. Pacto, união de forças, dentro e fora de campo, tudo isso são ingredientes para o sucesso.
    “A DISCIPLINA É A MÃE DO SUCESSO”.

    Abraços

Deixe um comentario