Sem essa de lero-lero

O Mestre Rolando Lero

Depois do jogo quiseram me fazer acreditar que foi apenas obra do acaso a realização do jogo Brasiliense 2×2 Chapecoense em uma segunda-feira à tarde em pleno Planalto Central.

A idéia era mesmo fazer a Chapecoense torrar no sol escaldante e na baixa unidade do ar. Outro detalhe foi o gramado que estava bastante alto. Deu tudo errado na vida do Jacaré. Primeiro porque choveu na véspera e no dia do jogo até minutos antes da bola rolar. Eu cheguei à Boca do Jacaré ao meio dia debaixo de chuva. A temperatura baixou muito e a rapaziada andava de casaco depois de mais de 100 dias sem uma gota de chuva. O gramado alto prejudicou o acabamento das jogadas da Chapecoense, mas também matou no cansaço a ala da terceira idade do Brasiliense.

Estratégias antigas e ultrapassadas. Malandragem besta do futebol.

Outro erro foi à troca de técnico. O que classificou a equipe foi mandado embora e chamaram o Argel Fucks. Bom, técnico, sem dúvida, que conhece as equipes de SC, perfeito, mas que não conhece a equipe que comanda!

Deveria ele ter sido contratado para ser uma espécie de consultor. Assim poderia dar mais certo.

A verdade é que tentaram armar algumas armadilhas para a Chapecoense. Expediente de time pequeno, coisa que o Brasiliense não é. Estas tramóias eram feitas há muitos anos atrás pelos velhos dirigentes matreiros, na época romântica do futebol, quando se amarrava cachorro com lingüiça.

Nada de inventar dia ou horário. Sem essa de dar ao gramado um corte diferenciado. Nada de armar este ou aquele expediente para atrapalhar a vida do adversário. Time que monta armadilhas é porque não tem qualidade.

O negócio é jogar futebol de qualidade e com alma. O resto é folclore e para puxar saco de chefe.

4 comentarios para “Sem essa de lero-lero”

  1. Roberto disse:

    Caro Fernando… gostaria de manifestar minha opinião referente a uma situação que está se criando…
    Há um movimento para criação de uma nova torcida organizada, e pelo que se nota nas redes sociais, jé existe até um conflito entre integrantes das demais torcidas… provocações e coisas do tipo.
    Acho que o momento é de união e não de guerrinha de vaidades, criar uma espécie de competição entre torcidas não agregará nada para o nosso verdão… além do mais, esse pessoal, na sua maioria está tentando pregar a idéia de que ir ao estádio e assistir ao jogo sentado e sem gritar palavrão é crime… acho que estão se espelhando em torcidas do tipo Gaviões da fiel e mancha verde que na sua essência prega a violência e o confronto…
    Acho que a diretoria deveria se posicionar a respeito, e incentivar a união entre torcedores em uma mesma torcida organizada, sem confronto, se competição e principalmente concentrar esse pessoal em UMA ALA APENAS DO ESTÁDIO, essa piazada não costuma respeitar crianças, idosos, mulheres, etc… ai voçe imagina, se tivermos uma torcida organizada em cada ala da arena… a zona que vai virar. Sou a favor do apoio organizado, cantos de ordem (civilizados) e demais movimentos positivos de uma torcida organizada, mas não é bem isso que está se formando…
    Ir ao estádio, com meus filhos pequenos e esposa, e ficar ouvindo Chupa R.. e dá o C…??? Até quando? E agora, mais um grupinhos de “ADOLESCENTES” atrapalhar a visão e gritar palavrões?
    OBS: Coloco aqui minha opinião devido a este espaço ser democrático e com muitos acessos, já no Gol da Chape, já era postar algo… o “Moderador” atual deve ter uns 12 anos… só aprova o que “acha legal”…

  2. fernando disse:

    Respeito sua opinião Roberto e ela já está publicada.
    Torcida Organizada serve apenas para torcer. Não para criar tumulto ou tentar ser uma força politica dentro da entidade. Os limites devem ser respeitados. Quanto aos palavrôes, eles fazem parte do espetáculo. Concordo que fica muito ruim levar a esposa e filhos no meio da muvuca. Mas existem outros locais, mais caros eu sei, mas eles são mais tranquilos. A piazada tem muita energia, você sabe. Já fomos assim também. Quando torcidas de um mesmo time entram em atrito é porque tem interesse forte no meio. Ou politico ou dinheiro. Podem existir vários segmentos, mas todos eles convergem para um mesmo objetivo. Quando isso não acontece algo de muito errado está acontecendo. Quanto as trocas de farpas via redes socias não existe como repelir.
    Torcida organizada é para cantar e torcer. Quando passam para a violência se transformam em milicias ou gangues. Aí vira caso de policia. E delinquente a polcia deve primeiro tratar na borrachada e depois entrega para o Dr. Juiz. Se for menor de idade, papai e mamâe ausentes responderão.
    Um abraço ao amigo.

  3. Thiago disse:

    Complementando o Fernando, sobre a questão das organizadas estarem apenas em um setor caro Roberto, você mesmo fala em democracia, então sejamos democráticos e respeitemos o desejo de qualquer torcedor assistir em qualquer setor do estádio. aliás, isso é um direito seu também e não precisa pagar mais por isso não amigo. No setor ao lado da Secretaria de Esportes é “Geral” também, portanto o mesmo preço sem os “palavrões” dos quais você não gosta. Valeu a dica? Abraço aos amigos

  4. fernando disse:

    roberto, se vc não quér ouvir a torcida insentivando o time fica em casa, e se quer ficar no estadio tranquilo, vai na CADEIRA

Deixe um comentario