Os dois lados da moeda

Este jogo entre Chapecoense e Brasiliense vale apenas a lanterna da chave. Efeito prático não carrega nenhum. Não tem influência sobre outros resultados e não tem a capacidade de comprometer a vida de outros clubes. Não vale nada.

O bom senso recomendaria seu cancelamento. Milhares de reais seriam economizados.

Mas existe um estatuto a ser respeitado, existe a ética do esporte para ser protegida.

E serve também como uma forma de castigo para as duas equipes que foram incompetentes na segunda fase da competição e desta forma terão de atuar, mesmo o jogo não valendo nada.

Será além de um jogo de final de temporada, um daqueles que jogador algum vai entrar em dividida, se expor, ou seja, rezar para o tempo passar rápido.

Este Chapecoense e Brasiliense servirá apenas para remunerar a arbitragem, para a CBF e FCF receberem suas taxas e mais os encargos sociais inerentes ao evento.

Nas arquibancadas teremos quantos abnegados torcedores? Tenho curiosidade em ver.

De resto será uma tarde de melancolia na Arena Condá.

Aplaca este gosto amargo o resumo final da temporada que foi bastante positivo. A garantia de calendário e a conquista estadual valem muito e muitos queriam estar no lugar da Chapecoense.

A turbulência enfrentada após o conquista do Campeonato Catarinense foi determinante para uma perda de foco. Como este parece ser um caso superado, a busca ou manutenção da unidade entre os diretores será de vital importância.

Os encaminhamentos já estão em fase adiantada e a base para o novo ano já está bem próxima do anúncio oficial.

Em outros tempos a Chapecoense já estaria de portas fechadas há muitos meses. A realidade hoje é diferente.

A Chapecoense precisa avançar, mas é inegável que já subiu muitos degraus de 2005 até hoje.

 

3 comentarios para “Os dois lados da moeda”

  1. Jader Schuck disse:

    Fernando, agora é apagar da lembrança essa fase final de série C…lamber as feridas e começar desde já a preparar o time para 2012…dai com dedicação e empenho, lutar pelo tão sonhado acesso a Série B…e o verdão ibirubense está na final do amador…o sonho do Bi está mais próximo…abraços

  2. Caio Cesar disse:

    O atacante Josiel (31 anos), goleador por onde passou (exceto no Paysandu que rendeu pouco na Série C), foi obrigado a rescindir o contrato com o Paysandu, envolveu-se em polêmica no Facebook, e não tinha mais clima para permanecer em Belém-PA.

    Polêmicas à parte, esse jogador é goleador.

    Nessa hora, que o cara está em baixa , e aproveitando o custo de oportunidade, Verdão poderia fazer uma proposta para contratar o jogador. Afinal, a Chape tem sorte em recuparar atleta de qualidade, mas que está em baixa, desprestiagiado, ou que passou a série C em má fase em outro clube. Foi assim com o Cazarine, com o Aloísio, e por que não contratar o Jesiel, por onde ele passou sempre fez gol, e muitos gols.

    Estou preocupado com o ataque do Verdão para 2012, estão falando que o Neilson está com um pé fora do Verdão, e aí é preciso correr já atrás de atacantes de qualidade para 2012. Para gastar menos na contratação, e antes que apareçam outros clubes interessados (antes de virar leilão), é preciso apostar, inclusive, na recuperação do futebol de atacantes que tem futebol, mas q/renderam pouco nesta série C, caso do atacante Jesiel.

  3. vanderlei disse:

    a culpa e do time , o que vai fazer um torcedor uma hora dessa no campo depois do fiasco da segunda faze da serie c, eu que sou socio nao vo , imagine quem tem que pagar, so por deus , estao colhendo o que plantaram na serie c , se tivesem chanse talves umas 10mil pessoas no estadio , assim nem sei quanto podem dar no jogo ,ja digo sem serventia um jogo desse ,kkkkkkkkkkkkk

Deixe um comentario