Mudanças no estatuto

Recebi um retorno do presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense, Gilson Vivian, referente às mudanças no estatuto da Chapecoense que serão levadas a efeito, ou não, na assembleia do dia 16 de maio, conforme convocação que está sendo publicada.

A principal mudança a ser proposta é a exigência de que o conselheiro que desejar ser presidente da Chapecoense terá de ter no mínimo dois anos na função. Para ser integrante da diretoria o prazo proposto é de um ano.

Para que um novo conselheiro tenha direito a voto ele deverá ter no mínimo cinco meses de conselho, ou seja, quem ingressar agora terá condições de votar, mas não de ser votado.

No que se relaciona a remuneração ao presidente, assunto que vem ganhando espaço nas discussões internas, Gilson Vivian foi categórico ao afirmar que este assunto não estará na pauta da próxima assembleia. Ele mesmo disse que chegou a ser favorável à remuneração do presidente da Chapecoense, mas que após analisar melhor e comparar a Chapecoense com a estrutura da Associação Comercial de Chapecó, mudou de opinião. Segundo Vivian, devem ser remunerados os integrantes das gerências específicas que executam as tarefas designadas pela diretoria.

A intenção do conselho é proteger a Chapecoense de aventureiros que poderiam se infiltrar na entidade e desta forma fazer dela uma fonte de renda. Palavras do presidente do Conselho Deliberativo.

As mudanças propostas não tem relação com a montagem de esquemas que poderiam beneficiar a atual diretoria para a busca de uma reeleição, prejudicando desta forma o grupo oposicionista. Toco neste ponto porque ouvi muitas versões e teses relacionadas à possibilidade de criação de manobras para beneficiar a situação. Bobagem.

Gilson Vivian disse que não vai concorrer a reeleição para a presidência do Conselho Deliberativo da Chapecoense. Seguirá apenas como conselheiro, pois outras atividades estão lhe tomando muito tempo.

Agradeço ao empresário Gilson Vivian pela leitura diária da coluna e pelo retorno, sempre de forma muito educada.

                            

Deixe um comentario