A decisão e o machão de internet

O maior azia da semana vai levar o Troféu Paulinho Rola - denominado - Eu preciso de um companheiro!

À tarde de sábado na Arena Condá será de decisão. Uma tarde em que valerá a vaga para aquilo que a Chapecoense mais deseja a cerca de três anos, chegar a Série B. Ser o campeão brasileiro da Série C é apenas um acessório, uma espécie de cereja no bolo. Mesmo o adversário não tendo mais nada a almejar, mesmo ele já sendo um dos rebaixados, mesmo assim, a Chapecoense tem a obrigação de ser efetiva e de criar em todos, inclusive no elenco, um sentimento verdadeiro de que ela pode sim dar o passo tão desejado.

Todos

A hora é de união e de vestiário movimentado. O departamento de futebol terá de agir com muita veemência até sábado. Sequer levo em consideração a hipótese de desclassificação. A hora é de total mobilização. Conversas individuais, com atletas e integrantes da comissão técnica serão positivas. O técnico deve ser convidado para uma reunião reservada. Nada de cobranças, apenas um momento de ouvir posicionamentos e avaliar estratégias.

Balela

Técnico de futebol que não aceita uma sugestão ou mesmo um conselho não serve. Ouço muitas vezes técnicos de futebol dizendo que no vestiário quem manda é ele. Se errar o erro é dele, mas se acertar o mérito é de todos. Mas que baita conversa fiada! Técnico de futebol é empregado como qualquer outro. Recebe sim ordens superiores. Técnico metido a galo não me serve. Gilmar Dal Pozzo sempre se mostrou aberto ao diálogo. Ficaria muito decepcionado se soubesse que ele é mais um “astro” da bola que houve apenas a sua consciência.

O cara

Nivaldo é o cara. Ele não esconde o que pensa. Disse que o jogo da Chapecoense em Madureira foi o pior desde que ele está aqui. E lá se vão seis anos. Ele esteve lá dentro! Falho no gol? Falhou. Mas jamais encobre a verdade. Por isso ele é um líder nato do elenco. Que todos tenham ouvido o que ele disse.

Torcedor de verdade

O torcedor está muito envolvido em relação ao jogo de sábado. Muitas opiniões nas redes sócias. Muitos debates acalorados. O torcedor não pode ir para a Arena no sábado com sangue de barata. Se for para mobilizar que seja agora e não se deixe para depois, pois o depois poderá não existir.

Machão de internet

Essa vai para o torcedor azia, chato, metido a machão de internet. O chamado leão do mouse. Escreve que é um Anderson Silva nas redes sociais, mas na hora de empurrar o time na Arena parece uma debutante. Aproveitem suas teses e todos os hormônios borbulhantes para gritar na hora que realmente deve. Na frente do PC qualquer um é macho, ou não.

 

 

Um comentario para “A decisão e o machão de internet”

  1. Fabricio ccó disse:

    Entendo que talvez seja um apelo esse negocio do torcedor ter sangue de barata, para levar gente ao estadio, agora se o time tem sangue de barata pode jogar no estadio dos Azteca ou na La Bombonerra que o cara nao vai se empolgar, pode ate tremer as perninha, mas motivar duvido. Essa derrota pro Madureira pra mim é uma coisa ou outra; ou estão tentando pegar a Luverdense ou o time é uma mentira, aceitar uma derrota sem demonstrar raça é inexplicavel.

Deixe um comentario