Chapecó ensinando a FIFA

A concepção dos velhos estádios de futebol está dando lugar para as novas arenas. Locais de múltiplos eventos e que deixam os torcedores muito mais próximos dos gramados, dos espetáculos. Do lado de dentro tudo certo. O problema está na no lado de fora.

As novas arenas servem apenas para o futebol e para eventuais espetáculos musicais, que apesar dos enormes espaços, cobram ingressos aviltantes.

Bilhões de reais, dólares ou euros são investidos, com recursos públicos na sua maioria, para erguer gigantes de concreto armado, muitas vezes localizados em áreas conflagradas ou em cidades ou estados que pouco tem expressão no futebol. A FIFA pouco se importa, ela apenas quer um palco gigantesco para seus eventos.

O Governo do Brasil investirá R$ 33 bilhões na Copa do Mundo. A FIFA deve lucrar R$ 5 bilhões.

Em Chapecó a Arena Codá está sendo erguida com recursos públicos, de todas as origens, mas com uma concepção inovadora e sem igual no Brasil. Dentro é para o futebol e para outros eventos, espaço dos torcedores e de todos. Do lado de fora estão abrigadas secretarias municipais e outros órgãos ligados a Prefeitura de Chapecó. O que era aluguel vira casa própria.

Deveria ser assim em todas as outras arenas, mas não é.

Andei por algumas e apenas encontrei um estádio moderno, localizado longe dos torcedores, com sérios problemas de mobilidade urbana e atrelados apenas ao futebol. Chapecó ensina o mundo.

Chapecó ensinando a FIFA II

Como seria bom ver as novas arenas brasileiras abrigando escolas, centros de saúde, espaços culturais, creches e outras estruturas nos seus vãos abertos e nunca utilizados.

Em uma sacada inteligente, o ex-governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola, ergueu o Sambódromo no Rio e na parte externa utilizou os espaços para salas de aula.

Aqui em Chapecó, se planeja agora a edificação da ala Leste da Arena Condá. O maior de todos os setores. O projeto está encaminhado. A captação de recursos também. Quando ela estiver pronta, na sua parte externa, teremos um espaço fabuloso destinado ao esporte amador, as mais variadas modalidades, para a Secretaria de Esportes e para outras estruturas de governo. Não será apenas uma parede de concreto por fora e as arquibancadas lá dentro.

É assim que se faz. Respeito ao cidadão e ao nosso dinheiro. Obra sustentável é muito mais do que captar a água da chuva e devolvê-la para os vasos sanitários.

Obra sustentável é aproveitamento de espaço, é dar ao projeto ocupação total, é dar vida ao concreto.

Todo o real investido na Arena Condá se justifica pela pluralidade da obra, por sua concepção moderna, ela pode ter seus defeitos e erros, mas tudo dentro de uma proposta de inovação.

Se a Arena Condá fosse apenas um estádio de futebol, quantos terrenos mais seriam necessários para abrigar tudo o que ela abriga? Quanto tudo isso custaria mais para a Prefeitura de Chapecó?

A Arena Condá é uma obra inovadora e o projeto merece ser concluído o mais rápido possível.

14 comentarios para “Chapecó ensinando a FIFA”

  1. Alecsandro disse:

    Parabens Fernando, dissestes tudo!

  2. moraesão disse:

    Uma coisa eu não entendi Fernando. No projeto parece que todos os extremos das arquibancadas se encontram, não ficando nem um vão entre as arquibancadas (pelo menos é o que aparenta na foto do projeto acima), no entanto não vimos isso nas alas norte e sul (já construídas) com o setor oeste (coberto). Pergunto: isto está previsto quando da construção da ala leste ou não haverá a junção dos extremos???

  3. fernando disse:

    Haverá sim a junção das alas com uma especie de cunha as unindo. Primeiro terá de ser rebaixada a ala sul que foi construída errada. obra fácil de ser feita. A ala leste vai unir a sul e a norte. A ala oeste, onde estão as cabines de rádio é mais para frente. Para a ala leste já tem verba garantida. Resta agora um cronograma para que a arena possa ser utilizada no campeonato brasileiro com as obras em andamento.

  4. Fabricio (Timbó) disse:

    Vamo pra Xanxere novamente no catarinao 2014…rssss

  5. Silvio SZ disse:

    Perfeito . Teu post é uma obra prima Fernando.
    Na verdade, sua materia deveria ser transcrita em outros orgaos da imprensa a nivel nacional.

  6. Roberto disse:

    Notícia sem nada a ver com o seu post, mas…
    http://wp.clicrbs.com.br/faraco/2013/06/18/danilinho-na-chapecoense/?topo=67,2,18,,30,67

    O comentário sobre isso já havia.. mas não dá pra acreditar que ele vem mesmo pra cá… refugo do Figueirense, para uma posição que temos Athos, Nenem, Diogo Miranda, Alan e mais aquele guri que veio da base… alguém consegue explicar uma furada dessas????

  7. Roberto disse:

    …”Danilinho, de 27 anos, estreou profissionalmente em 2006 pelo José Bonifácio-SP. Em seguida, passou por Portuguesa Santista, Rio Branco-SP, Atlético Sorocaba, União Barbarense e Marília, até se destacar pelo CRAC-GO, quando foi vice-artilheiro do Campeonato Goiano, com oito gols. Após o Estadual, foi contratado pelo Atlético-GO e atuou em 15 partidas, duas delas sob o comando de Adílson Batista…”

    De onde vem o Status de Craque??? Foi campeão aonde?

  8. Diego disse:

    Acho q infelizmente o Alan ja era, da uma raiva, desanimador,alegria de pobre dura pouco mesmo, entao nem tivesse vindo, agora q ja estavamos acostumados a ver seu belo futebol, vão achar outro assim aonde? pelo jeito vamos ter q tentar somente c manter mesmo, pois qualquer um q vier a c destacar vai ser isso ai, vem , c destaca e logo vai embora, como vamos crescer deste jeito, ter mais associados. muito triste.

  9. Silvio SZ disse:

    Tambem acho Diego. Foi um balde de agua fria na gente.
    O pior é que nessas horas eu fico pensando nesses consulados do Inter que tem aqui.
    Alan ficou 1 ano no juventude e nao deu nada lá, daí o cara vem pra cá, joga 5 partidas e ja chama atencao do Inter.
    É possivel sim que nesse consulado daqui tenha olheiros que tem o prazer de tirar um bom jogador da Chape e mandar p/Inter.
    Acho que vamos engatar uma marcha a ré .

  10. Diego disse:

    É, da vontade de desassociar, pagar 52 reais pra q? futebol é mesmo uma ilusão, só quem ganha mesmo são os jogadores, empresarios, clubes, e nós ainda ficamos sofrendo com nossa paixão, nosso caso (Chapecoense), enquanto isso os caras, a ora q aparece uma oprtunidade nem pensão duas vezes , c mandão.

  11. Fabricio ccó disse:

    Nao sei o que decepciona mais a saida do Alan ou a chegada desse tal de Danilinho reserva do pior time do Figayra dos ultimos tempos, cuja passagem pela serie A foi jogar meia duzia de partida so pra cumprir tabela no time ja rebaixado do Atletico de Goias, diretoria nao pode mais chorar por falta de recursos. poupa o dinheiro do salario dele que seria mais util.

  12. thiagao disse:

    FOOOOOOOOMMMMMMMMMMM só cornetaaa… rafael lima nem no banco tava desse time do figueira e foi o melhor zagueiro do catarinense… o cara nem jogou e ja estão queimando…queimava o dalpozzo e estamos em primeiro…
    Quanto ao Allan, boa sorte… nao tem como segurar um cara quando vem com um caminhão de dinheiro.. é assim as coisas.. querem que o cara ame a chapecoense em 5 jogos e não vá para o inter jogar uma série A?
    O Fernando.. não existe, ou existia, uma lei que um jogador não pode jogar em 3 times no mesmo ano??

  13. moraesão disse:

    Pois eh, o cara nem jogou direito e já vai embora! Os caras também as vezes não pensam, será que não seria melhor continuar na chapecoense, que está por cima no momento, ao invés de ir pra outro time e correr o risco de ficar na reserva? Será que se ele ficasse não seria ainda mais valorizado e não apareceria diversas outras propostas inclusive melhores pra ele. As vezes os jogadores querem que as coisas aconteçam muito rápido e acabam se dando mal como já ocorreu com diversos outros jogadores, que de promessas acabaram virando jogadores comuns e deixados de lado. Quem é muito apressado às vezes acaba comendo cru.

    Ps. Sempre essa merda de inter e grêmio incomodando, quero mais é que os dois se explodam, assim como seus respectivos consulados. A cada dia que passa odeio mais essa dupla, e olha que meu irmão, meu pai e minha mãe torcem pra esses lixos. Infelizmente!

  14. Roni tecchio disse:

    Parabéns Fernando, ótimo comentário, deveria repassar para todo o Brasil ler.

Deixe um comentario