O Brasil quer conhecer

A Chapecoense é a grande curiosidade do futebol brasileiro no momento. Um time ser líder uma ou duas rodadas é uma situação, mas chegar invicto a oitava rodada e seguir na ponta e ainda ter dois jogos em sequencia em casa é outra bem diferente.

A Série B é muito competitiva e representa um ganho de qualidade em todos os setores em comparação com a Série C, que fica até complicado mensurar.

Hoje a tarde o Arena SporTV levou o técnico da Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo, para conhecer um pouco mais sobre suas teorias e de como ele saiu de times pequenos do RS para o status de melhor técnico da Série B na atualidade.

Outro fator que chama a atenção é a construção de boas equipes com base em orçamentos apertados e que em algumas comparações não paga um salário de um jogador de ponta na Série A.

A Chapecoense está subvertendo algumas ordens estabelecidas no futebol. Uma delas está atrelada a investir muito dinheiro para que se tenha uma equipe de qualidade.

Outra está na maciça captação de dinheiro local, com uma cidade de 200 mil habitantes mantendo o projeto e com cerca de oito mil sócios ativos, realidade distante para algumas equipes de Série A.

Tudo isso gera a famosa pergunta: “Como eles conseguem”?

Não existe uma receita. Existe um projeto e a entrega de muitas pessoas para que ele realmente aconteça. Metas estabelecidas de forma clara. Acerto nas contratações, em todos os setores. O momento é ímpar e deve ser degustado com sabedoria. Tem muito pela frente ainda.

 

Foto – Giba Pace Thomaz. 

2 comentarios para “O Brasil quer conhecer”

  1. Fabricio (Timbó) disse:

    A Chape precisa manter os pés no chão.
    Não da pra brincar com o América!
    Pra cima deles.

  2. Silvio SZ disse:

    Que orgulho. Tudo aqui nessa cidade é bom.

Deixe um comentario