Dal Pozzo na linha de montagem

Com a necessidade de montar uma equipe diferente para o jogo contra o bom América/MG, o técnico da Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo, está muito próximo de uma definição.

Um provável time: Nivaldo, Glaydson (Paulinho Dias), Dão e André Paulino, Anderson Pico, Wanderson, Augusto, Diego Felipe (Paulinho Dias), Athos, Fabinho Alves e Bruno Rangel.

Dúvidas, na ala direita e na meia cancha. Paulinho Dias tem duas possibilidades de jogar. Não gostei de Glaydson na ala direita no jogo contra o Joinville. Falhou no gol de Lima, não se posicionou de forma adequada e ficou devendo. Por este aspecto, a escalação que me parece a ideal para começar o jogo, tem Paulinho Dias na ala direita e Diego Felipe como volante.

As opções são boas e mesmo com ausências o conjunto mantém qualidade e equilíbrio.

Será um dos jogos mais duros até aqui. O América/MG tem qualidade, imposição física e rapidez na transição das jogadas.

Resta saber quanto o jogo contra o Inter tirou do América/MG seu poder de fogo. O técnico Paulo Comelli reclamou da falta de tempo para recuperação e a necessidade de uma viagem desgastante logo em cima de uma disputa acirrada.

Será o grande jogo de Anderson Pico (foto) na temporada. A atuação de Joinville foi muito boa, dando a ele o status de melhor em campo. Começará jogando e pode sim fazer a diferença.

Foto – Bia Piva/Voz do Oeste. 

Um comentario para “Dal Pozzo na linha de montagem”

  1. fabricio disse:

    Pra mim glaydson banco.
    Como esta a situaçao alan?

Deixe um comentario