As opções para Guaratinguetá

O técnico da Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo, realizou uma semana de intensos testes e muitas experimentações para o jogo deste sábado no interior paulista.

Na verdade ele deseja é monitorar o melhor momento dos atletas e desta forma alcançar um índice de acerto alto.

Os experimentos aconteceram em todos os setores.

Na zaga a permanência de Dão foi à primeira opção, ao lado de Rafael Lima. André Paulino também jogou no time titular, sendo este uma preferência dos torcedores e de grande parte da crônica esportiva local.

No meio de campo houve uma série de experimentos e testes. Começou com Wanderson, Paulinho Dias, Athos e Neném. Em determinado momento Neném deu lugar a Augusto.

O ataque também foi alvo de testes. Começou com Bruno Rangel e Rodrigo Gral. Para a necessidade de tornar a equipe ainda mais ofensiva, Dal Pozzo, optou por retirar Rodrigo Gral e Athos do time, colocando Potita e Caion em campo.

Fica claro que as possibilidades são variadas e na sua maioria com qualidade.

Estão certos no time: Nivaldo, Fabiano, Rafael Lima, Radar, Wanderson, Paulinho Dias e Bruno Rangel.

Soares ainda “corre por fora” na luta por um lugar no ataque.

Gilmar Dal Pozzo (foto) sabe que pelas condições do gramado as jogadas aéreas serão muito utilizadas e por isso, precisa firmar a equipe com atletas que tenham capacidade técnica para encarar um jogo com tais características.

Um comentario para “As opções para Guaratinguetá”

  1. Marcelo disse:

    Resultados horriveis para nós.

Deixe um comentario