As últimas horas da ala Leste

O passado começa a dar lugar para o futuro em mais uma ala da Arena Condá.

Amanhã as maquina irão roncar e com isso parte de uma história que começou em meados dos anos 70 estará indo ao chão para dar lugar à modernidade, mais conforto, uma nova configuração e principalmente em nome de um novo e importante momento que vive a Chapecoense.

O acesso para a Série A de 2014 determinou o avanço e um investimento em parceria entre Prefeitura de Chapecó e Governo do Estado de SC, na ordem de R$ 6,7 milhões.

Em quatro meses deveremos ter uma nova ala com capacidade para mais de 10 mil torcedores, dotando a Arena Condá de espaço capaz de sediar os grandes eventos de futebol aos quais a Chapecoense já está inserida e para os que ainda poderão vir.

Os primeiros movimentos já começaram hoje, com a retirada daquilo que não se vê. Cabos e canos estão sendo desenterrados, para depois sim, com toda a avaliação técnica, iniciar a remoção de muitos tijolos, terra e concreto.

Mesmo sendo para melhorar, dói no coração de muitos, ver a história indo embora, mas é um “mal” necessário, pois o velho Índio Condá foi importante, mas já não é mais capaz de ser um palco com a estrutura que hoje exigem.

Importante dizer que alguns empenharam sua palavra publicamente, políticos principalmente, que agora estão resgatando aquilo que empenharam.

Merecem o reconhecimento. O Estádio sai aos poucos e a Arena vai crescendo.

2 comentarios para “As últimas horas da ala Leste”

  1. Cristiano disse:

    Estadio com capacidade para 22 mil pessoas, centro de treinamento moderno, mais de 9 mil sócios, ônibus decente, estamos muito bem para a série A . . .

    Somos Mais que 11 . . . Somos chApecoense !!!!!!

  2. Alecsandro disse:

    Alguém sabe dizer, o pq do centro de treinamentos estar “parado”?, onde era para ter grama plantada (era para ser plantada em setembro) existe somente mato.

Deixe um comentario