Com a palavra a diretoria

Chapecoense 0×0 Figueirense

A Chapecoense tem capitão que afirma comandar um time de homens.

O assessor de imprensa diz que não deve satisfação para ninguém.

O vice-presidente de futebol diz que a imprensa está exagerando nas críticas.

O técnico tem chiliques nas entrevistas coletivas e ataca a imprensa e não responde as perguntas que são dirigidas ao iminente técnico que atingiu o olimpo do futebol antes de seus ídolos. Foi dito por ele mesmo.

Um jogo de baixa qualidade técnica e sem a entrega que se deseja. Promessas sobram. Falta qualidade.

O departamento de futebol da Chapecoense precisa realizar uma analise verdadeira e sem mascarar os defeitos e principalmente assumir erros e não colocar na imprensa as culpas que não são nossas.

A Chapecoense é uma decepção completa.

Time que não está jogando e que está mais atencioso com as palavras externas do que a procurar soluções internas.

Na noite de ontem a Chapecoense jogou seu melhor jogo, mas segue sem soluções ofensivas e segue se enganando que tem um time de qualidade.

Time para rebaixar no Campeonato Catarinense e para ser humilhado na Série A.

Gilmar Dal Pozzo dorme abraçado na lanterna, junto com sua petulância.

Acorda Gringo!

3 comentarios para “Com a palavra a diretoria”

  1. vanderlei disse:

    esse ano vai ser um ano se fiasco pelo andar da carruagem , so se eles mandarem embora uma meia dúzia e resolver gastar aquele dinheiro que vai entrar , senão vai ser so fiasco ,porq esse ano a sorte não esta com nos pelo jeito ,como foi na serie b, porq subimos na sorte e porq rangel tava em ótima faze ,,,,,

  2. thiagao disse:

    eu acho o problema esta na qualidade de alguns jogadores de armação só isso.. taticamente o time ta bem armado e fisicamente deixa um pouco a desejar…

  3. Jr Verdão disse:

    também acho que no time só falta alguém para armar as jogadas. O Gral tá lá onde deve estar, na área, mas a bola não chega…. Daí não dá…

Deixe um comentario