Uma questão de elegância

O técnico da Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo (foto), disse que não está tirando o goleiro Nivaldo do time e sim está dando a Danilo a chance de uma boa sequencia de jogos.

Foi elegante, não posso negar, mas a verdade é que a crise técnica de Nivaldo o tira do time pela primeira vez desde 2006.

Há muito a imprensa e boa parte dos torcedores tem alertado que a fase de Nivaldo era terrível e que ele precisava ser preservado. Gilmar Dal Pozzo demorou muito em ter a mesma percepção, mesmo tendo siso goleiro, e quando a teve, fez questão de ser elegante, o que valorizo como uma ação importante para manter a unidade do elenco que comenda.

Os números de Nivaldo são impressionantes. É um recordista nacional em alguns aspectos. Na Chapecoense é o maior nome dos 40 anos de história.

Não cito que a aposentadoria deva acontecer imediatamente como pensam alguns, mas acredito que ela chega ao final desta temporada. Nivaldo merece viver as emoções da Série A e certamente seguirá na Chapecoense dentro de um novo projeto.

O momento exige uma troca, mesmo porque precisamos saber se Danilo realmente é o nome que a Chapecoense pode apostar como goleiro de Série A. Se não aprovar na sequencia de jogos do hexagonal, a Chapecoense terá de ir às compras.

A chance que Danilo desejava está aí. Ou agarra como em uma grande defesa, ou troca novamente. Nivaldo é uma situação, é ídolo. Danilo é outra, é aposta.

 

Foto – Aguante Comunicação/Chapecoense.

5 comentarios para “Uma questão de elegância”

  1. tuliomb disse:

    Jogadores, Dirigentes e Comissão Técnica, não vou mais criticar vocês, somente quero morder a língua, com esse elenco!!!!!!!!!!!!!!!!!! me provem ao contrário, começando pelo jogo contra o Avaí, sem desculpa.

  2. Jr Verdão disse:

    Tomara que eu queime minha língua: Hoje nós perdemos!

  3. fabricio disse:

    Chape 2 a 2:

  4. Moraesão disse:

    Queimaram a língua? kkkkkkk

  5. Moraesão disse:

    Nivaldo Eterno! E sempre será ETERNO. Mas é hora de dar apenas uma descansadinha da titularidade, mas com certeza contamos com ele nesse Brasileirão, se não for para ser titular não tem problema, somente sua presença já nos enche de orgulho, nosso ídolo.

Deixe um comentario