Está na cara

Os problemas da Chapecoense são de conhecimento nacional, daqueles que acompanham o futebol.

Nas oito rodadas até aqui, a Chapecoense não protagonizou nenhum vexame, porém, venceu apenas um jogo e empatou outro dois. Muito longe do necessário para se firmar na Série A em 2015.

Existem os problemas pontuais e os coletivos.

Pontualmente a Chapecoense necessita de dois articuladores de meio de campo e necessita de uma reforma geral no ataque, para dar a ele a eficiência de uma equipe de Série A, pois o que temos visto não é aceito em equipes amadoras.

Coletivamente a equipe precisa ser arrumada em campo. Houve evolução, mas quase todos os gols sofridos foram gestados em um erro de passe na frente e paridos pelo posicionamento equivocado da zaga.

Para corrigir, somente contratando. Para o ataque, Bruno Rangel já está ai. Acredito que possa retomar seus bons momentos. Está voltando motivado. Ele sozinho não irá resolver. Está na hora de aumentar o campo de visão e começar a garimpar em outros locais, que não apenas os que a Chapecoense hoje tem relacionamentos estreitos.

Será preciso abrir o cofre e creio investir pesado, quem sabe até mesmo assumindo compromissos além desta gestão, para manter a Chapecoense na Série A.

Sem investimentos a Chapecoense rebaixa com uma campanha vexatória. A conversa de Abel Braga, de que a Chapecoense não rebaixa com esse time é conversa fiada.

Dos problemas da Chapecoense sabe a diretoria e sabemos nós.

11 comentarios para “Está na cara”

  1. Bruno disse:

    Falou e Disse Fernando!
    Nada mais a comentar, agora é contratar!

  2. vanderlei disse:

    se nao contratar uns 4 jogadores de qualidade vao queimar o bruno rangel com esse time ai

  3. vanderlei disse:

    se nao contratar uns 4 jogadores de qualidade vao queimar o bruno rangel no time

  4. Fabio disse:

    Agora, depois de escutar que renovarão com Ednei, dai da pra ver o nivel das provaveis contrataçoēs q vem por ai. Q Deus nos guarde e proteja.

  5. marcio disse:

    Infelizmente o BR9 entrou numa barca furada dessa vez!
    O Dal Pozzo não tinha material para trabalhar e a Super Condá tanto fez que conseguiu derrubar ele.
    Respeito a opinião de todo mundo mas com a base q

  6. marcio disse:

    Infelizmente o BR9 entrou numa barca furada dessa vez!
    O Dal Pozzo não tinha material para trabalhar e a Super Condá tanto fez que conseguiu derrubar ele.
    Respeito a opinião de todo mundo mas com a base que está aí, não faremos nem 25 pontos até o fim do campeonato. A imprensa tem que ajudar, ficar atrás do microfone metendo o pau em todo mundo é fácil. Morei em SP e no RS e a imprensa de lá, antes de mais nada, tenta empurrar o time e incendiar positivamente a torcida. Aqui o que mais querem é ver as coisas darem erradas pra dizer “eu falei, eu falei”…

  7. Tiago disse:

    O problema não era o técnico?

  8. thiagao disse:

    vanderlei.. acho que até mais jogadores… 4 titulares..e mais alguns para compor elenco melhores do que os nossos

  9. marcos disse:

    Marcio, vai tomar no seu cu. Que radio derrubou treinador? ele caiu por não ter resultado.

  10. Roberto disse:

    Claro que foi culpa da rádio… assim como no jogo de quarta, o Neuton pegava na bola na entrada da área, enchergava o Tadeu Costa atrás do gol e errava os cruzamentos… o Fabinho Alves também, recebeu aquela bola de frente pro gol daí escutou o Fernando narrando o jogo, se atrapalhou e chutou o chão…
    QUando tinha o Dal Pozzo também, era a rádio que não deixava os laterais subirem, era a rádio que escalava o Arão, era a rádio que deixava o Dedé no banco, claro que era culpa da rádio… eita rádio retranqueira…

  11. Moraesão disse:

    kkkkkkkk boa Roberto!

Deixe um comentario