Celso Rodrigues

O primeiro grande debate na Chapecoense está relacionado à efetivação ou não de Celso Rodrigues no comando técnico.

Se mais recente feito, a permanência da Chapecoense na Série A, o coloca em posição privilegiada.

Para montar um novo elenco, o técnico precisa estar presente em 100% das escolhas.

Mais um ponto favorável seria começar a temporada, ter um Campeonato Catarinense pela frente, para se ambientar com o novo elenco e para poder realizar seu trabalho desde o começo, sem remendos, imprimindo seu estilo.

Tenho informações de que a preferência do presidente Sandro Pallaoro é pela efetivação de Celso Rodrigues. Com um aliado desses parece decisão tomada.

Como técnico Celso Rodrigues está em formação. Assim como salvou a Chapecoense em duas oportunidades, também foi afastado por queda de rendimento.

A questão não é se ele merece uma chance ou não, o que pesa agora é saber se ele está pronto para uma temporada inteira. Ser amigo do presidente e do vice de futebol tem seu peso, mas não pode ser o primeiro critério.

É um profissional trabalhador, honesto, já mostrou que conhece futebol e tem a cara do time que a Chapecoense gosta de montar. Precisa ser respaldado pela diretoria, que precisará debelar eventuais crises.

A decisão é da diretoria e de ninguém mais. Creio que a decisão já esteja tomada. Celso deve ser efetivado.

14 comentarios para “Celso Rodrigues”

  1. Thaigo_fanti disse:

    Acredito que ainda não e hora de efetivar o Celso, esse grupo pode ate ter o respeito com ele, mas o próximo grupo sera que vai ter?

    Neto Baiano esta dando sopa no mercado, Seria um ótimo Atacante para a Chapeconese em 2015.

  2. Roberto disse:

    Dá até pra testar no Catarinense… se conseguir manter o comando no vestiário e se as contratações ajudarem, pode fazer um bom campeonato, e se assim fizer, pode continuar… até pra valorizar a sua parcela de contribuição na permanência na série A.

    E é claro que a diretoria gosta dele, além de ser trabalhador e esforçado, ele reza a cartilha proposta, tipo assim:
    Escala quem a diretoria manda…

    Até porque, qualquer técnico que chegasse aqui e tivesse autonomia, não escalaria Fabiano, Rafael Lima, Fabinho…

    Mas já começamos 2015 bem… Fabiano foi… Maringá também…

    Ah, e antes de querermos que fiquem um monte desses jogadores, não podemos esquecer que este “Grupo” que está aí fez corpo mole em 6 partidas só pra derrubar o Jorginho… e isso é coisa de quem não tem profissionalismo, quase rebaixaram a Chapecoense só por bira com o treinador…

    Dá pra segurar uns 5 ou 6… e olha lá…

  3. evandro disse:

    vai começar tudo de novo …
    estou prevendo mais um ano de teimosia e sofrimento ,tem que contratar um profissional com experiencia no futebol pra montar um time de qualidade pra começar 2015 com força e chegar no brasileiro na ponta dos cascos , se continuarem com essa mentalidade e mais um ano instavel sem vontade de conseguir um algo a mais.
    nada contra o celso profissional de carater inestimavel mas axo que ele nao tem cacife pra montar um time para disputar um campeonato brasileiro.

  4. Wendel disse:

    Vai começar o sofrimento de novo , o home não tem condição de treinar um time de serie A , deu sorte nestes últimos jogos e já começou a fazer merda tirou o Tiago luiz para colocar o menino que não conseguia dominar uma bola , por favor diretoria vamos ter pensamento de time de série A , o Celso é treinador para um Concórdia , Ipiranga de Erechim no máximo , não é hora de fazer experiência , acorda verdão .

  5. Guinaldo disse:

    Efetiva-lo eh burrice. Ele eh um excelente auxiliar, mas nao pode ainda ser tecnico de um time de Serie A. Soh pra lembrar, ele foi afastado depois de uma pessima sequencia de resultados. E se ano que vem ele tiver uma sequencia assim, vao logo demiti-lo e ai nao podera voltar a ser auxiliar e perderemos um otimo profissional. Contratem um treinador com experiencia em Serie A. E nao me venham com esse Vagner Mancini ai que edtao cofitando, ele faz o mesmo estilo do jorginho, gosta de queimar os jogadores. E a gente sabe muito bem que jogador de futebol eh a pior especie de profissional, nao ligam se estao prejudicando o clube que lhes paga. Se precisar perder pra derrubar treinador, eles perdem mesmo

  6. Valcir disse:

    também concordo que ele é limitado. Começando como treinador vai durar 4 jogos. Tem que aprender muito. Não passa de um auxiliar e meia boca. Imprensa que gosta de falar que merece etc. etc.

  7. Pedro Paolo disse:

    É igual ao Andrade em 2009 no Flamengo. Os jogadores se uniram e deram o título ao Fla naquele ano. Gostavam do Andrade e deram este presente à ele. O Mesmo com o Jayme de Almeida, que venceu a Copa do Brasil. Os jogadores estavam queimados com Mano Menezes e se uniram em prol do título para dar na cara daquele treinador. Não dá pra se iludir gente. Assim como Andrade e Jayme, o Celso também não é técnico. É um ótimo auxiliar e querido pelos jogadores. Mas se for efetivado como técnico, terá prazo de validade. Alguns meses e será mandado embora por pouca produtividade. Foi assim com Andrade e com Jayme, e será assim com Celso. Não queimem esse belíssimo profissional. Deixem que ele continue como auxiliar, participando da comissão técnica, pois ele é muito importante. Pra técnico contratem alguem com experiência na Série A e com jogadores de Série A. Não é fácil uma competiçao dessas. E abram o bolso nas contratações. Pelo que andei vendo, nossa receita será a maior de Santa Catarina ano que vem. É hora de montar um time competitivo pra vencer o Campeonato Catarinense e tentar ficar pelo menos entre os 12 no Brasileiro. Abraços do PAOLO BINOTTI

  8. Silvio SZ disse:

    O maior desafio da diretoria , nao será definir quem será o tecnico e sim que tipo de jogadores farão parte do novo grupo.
    Jogador de responsabilidade e comprometimento, nem de tecnico precisa, agora se eles se unirem na surdina para queimar um tecncico, ninguem segura.
    \
    Portanto, a diretoria necessita sim de um profissional que conheca o mercado de jogadores e juntamente com Cadu e Maurinho definirem as contratacoes.

  9. Jr Verdão disse:

    Não dá né! A colocação do Pedro foi muito propícia. E não adianta se iludir achando que existe um grupo de jogadores que tenha comprometimento com o clube, um ou outro pode ser, mas quando se juntam, é festa e foguete!

  10. Fabricio ccó disse:

    Merecer a chance pelos resultados pode ser que sim mas é necessario saber se ele vai ter competencia e conhecimento pra traçar o planejamento. Acho que a montagem do time requer alguem com mais experiencia. Senao em fevereiro vamos ter o seguinte time. Nivaldo, Edinei, Rafael Lima, A. Paulino, Fabinho Gaucho. Vanderson Paulinho Dias, Ricardinho(ex criciuma) e Nenen. Iuri e Bruno Rangell.

  11. Anderson disse:

    Qual foi nosso 1o grande erro de 2014? Segura o Dal Pozzo, não podemos perder ele para a Série A devido a sua ótima campanha Série B, lembram? Deu no que deu, nas contratações equivocadas e no sofrimento, além do aproveitamento dele horroroso no Catarinense e péssimo na Séria A.

    O Celso tem seus méritos sim pela coragem nos momentos mais difíceis este ano e de reverter resultados, mas acho que efetivar ele como técnico será nosso 1o grande erro de 2015 e não podemos mais errar no ano que vem.

    O Celso conhecia bem o plantel este ano e muitos jogadores eram de temporadas passadas, trabalhava dia a dia com eles, e o relacionamento era outro com eles, diferente de um técnico oficial que muitas vezes vai ter de tomar frente, afastar jogador, tomar atitudes contrárias, nisso o Celso não tem experiência de condução, este ano as duas vezes que assumiu ele pegou um grupo que queria a saída do técnico titular: Dal Pozzo e depois Jorginho, e vimos bem do que foram capazes de fazer para isso. O grupo de 2015 não serão os mesmos jogadores, não terão o vínculo nenhum de relacionamento com o Celso como grupo de 2014 tinha, será que ele terá experiência e atitude para tomar a frente dos problemas que vão surgir, mesmo com grupo 2014, chegou uma hora que ele se perdeu e o Jorginho veio.

    Penso no Celso com muito potencial sim, mas ele vai ter de optar em trilhar o caminho ser um auxiliar da Chape, acompanhando técnicos que virão e adquirir mais experiências para dai sim assumir como técnico profissional com risco de indo mal ser demitido e seguir seu caminho, não mais como um auxiliar. Ou abrir mão da Chape e seguir como técnico de um outro clube, ganhar experiência.

    Na minha visão a Direção tem de se reunir e analisar bem com calma uma boa lista, tirar uns dois a três nomes de técnicos experientes e que podem se encaixar no perfil Chapecoense e escolher, esses podem ser alguns nomes: Mancini (Botafogo), Drubscki (Goias), Marquinhos Santos(Coritiba), Givanildo (América MG), Eduardo Baptista (Sport), Silas, PC Gusmão.

    Eu acho também que o Maurinho deveria assumir o cargo de Vice de Futebol no lugar do Maringá, passarem o Cadu Gaucho para Diretor Futebol e contratarem um Gerente de Futebol com experiência para colar no grupo este ano.

  12. Moraesão disse:

    Acho que o Celso tem que ser valorizado mas continuar como auxiliar da Chape. Ainda falta mais um pouco de experiência para ele se lançar como técnico de futebol. Até porque se for se lançar como técnico não tem mais volta…perdeu 3, 4 partidas vai ser demitido e aí não volta mais como auxiliar. Agora quanto à renovação do grupo fiquei com um pouco de medo ao ler o que o Cadú falou de que o planejamento é contratos curtos e aproveitar mais a base, e que dificilmente segurarão aqueles que se destacaram no ano. Ao meu ver a base da Chapecoense é muito fraquinha ainda, vide que nem no catarinense chega às finais, contratos curtos tudo bem, mas nesse caso esqueçam jogadores já tidos como bons, apenas apostas e não segurar jogadores como Danilo, Grolli, Rodrigo Biro, Bruno Silva, Camilo, Thiago Luís e Leandro é pedir para começar o ano do zero e muito perigoso.

  13. Fabricio ccó disse:

    A base de time que a Chape tem é o time que eu escrevi antes com dois “reforços”. Seria uma boa base se tivessemos na serie C.

Deixe um comentario