A volta do Gringo

 

O técnico Gilmar Dal Pozzo está de volta ao batente. Terminou o inferno astral. Fechou contrato com o ABC de Natal.

É um profissional correto e de talento e que não merecia ficar fora do mercado. Ele mirava a Série A e um salário certamente na faixa acima dos R$ 100 mil mensais. O mercado não entendeu desta forma e tratou de deixa-lo no limbo.

Após um longo e tenebroso inverno, Gilmar Dal Pozzo, volta a trabalhar, mas em uma equipe de Série B e com salário compatível a realidade.

Fiquei sabendo de pessoas próximas, que ele fez uma reflexão profunda de sua carreira e tratou de traçar novas metas. Mudou o foco, desceu do pedestal e recomeça sua carreira em uma equipe de boa torcida e que pode recoloca-lo no mercado de ponta em breve.

O que Gilmar precisa é ser melhor assessorado. Menos pompa e circunstância e mais trabalho de resultado. Competência ele tem, mas não combina com salto alto.

 

9 comentarios para “A volta do Gringo”

  1. Costa disse:

    Boa sorte ao Gilmar. A chapecoense deve muito a ele. Lógico que o inverso tb é verdadeiro. A chapecoense e o Gilmar, compartilham uma história vitoriosa e linda! Grande técnico, tem tudo pra voltar a ser um grande vencedor!

  2. thiagao disse:

    Boa sorte!!!

  3. Alecsandro disse:

    Boa sorte Gilmar, trata-se de um bom técnico, mas faltou humildade, que ele reencontre o caminho.

  4. Fabricio ccó disse:

    deixou o nome marcado aqui é inegável, mas faltou humildade principalmente depois do acesso a serie A, quem via ele achava que era o unico responsavel por tudo o que ocorreu de bom aqui. Eu ainda acho que Gilmar Dal Pozzo so existe graças ao nosso depto de futebol.

  5. Silvio SZ disse:

    Quero só ver. Ele rec lamou da comida daqui, imagina lá no nordeste. Buchada de bode no almoco e na janta.

  6. Roberto disse:

    A maior mentira que já passou por aqui… O time que tínhamos subiria da serie C pra B com o Itamar Shule que estava aqui… E o time da serie B subiria pra serie A ate sendo eu o técnico… Ele deve tudo a Chapecoense, mal agradecido, prepotente, técnico de serie C, não fica no ABC até o fim da serie B.

  7. Fabricio ccó disse:

    O maior erro do Itamar Schulle foi criticar a direção naquele jogo contro o Vila Nova em Goias e não acreditar que Rodrigo Gral poderia ser solução. Não da pra esquecer que o Itamar tinha como opção pro ataque o Jo, Le e Tchuram. Quando veio o Gilmar alem do Gral ter ficado a disposição e dado conta do recado veio o Henrique que tava numa boa fase. Tivesse esses dois em condições antes, o Itamar tinha levado o time pra B. Porem na cabeça do Dal Pozzo o time tava praticamente na D e ele levou sozinho pra A.

  8. Cristiano disse:

    apenas pagou pela sua prepotencia alem de ter cuspido no prato que comeu

  9. Samair disse:

    Agradecido pela contribuição que ele deu pra chape, mas aquela camp catarinense 2013 ele podia ter ganho as duas do criciuma se não tivesse só se defendido no primeiro jogo.

    Agora vamos ver se com aquele time limitado do ABC ele consegue fazer uma boa campanha.

Deixe um comentario