Mais uma vergonha do nosso futebol

Ficamos sabendo que o Fluminense propôs ao Avaí a venda do seu mando de campo, no valor R$ 700 mil, para levá-lo a Brasília. Como assim?

Comprar o mando de campo me soa como crime, como suborno e não como negócio lícito.

Uma venda de um mando do próprio time tudo bem, mesmo porque é legal privilegiar os torcedores de outros Estados, principalmente para os times de grandes torcidas. Agora, propor que o adversário lhe venda o mando é uma vergonha.

Deveria ser um expediente proibido pela CBF.

Corretamente o Avaí disse não e ainda postou nas redes sociais uma mensagem muito inteligente, dizendo que havia vendido o jogo, mas para os seus torcedores e na Ressacada. Bem bolado.

Na temporada passada a Chapecoense também recebeu uma abordagem semelhante, quando lhe ofereceram R$ 500 mil. Da mesma forma, disse não.

Também na temporada passada, O Corinthians vendeu um mando seu, para empresários de Cuiabá. Está esperando até hoje pelo dinheiro.

Imagine uma diretoria vender um mando de campo e perder o jogo. Seria triturada pelos torcedores.

Está na hora da CBF, que anda com a moral mais por baixo que umbigo de cobra, tomar uma decisão para cessar investidas desmoralizantes e vergonhosas como essa.

 

Um comentario para “Mais uma vergonha do nosso futebol”

  1. Ivan - Jec disse:

    Foi noticiado aqui em Jlle que o Flamengo também queria comprar o jogo contra o JEC, levar pra Brasília se não me engano.

Deixe um comentario