Tudo ou nada

É desta forma que o Coritiba está tratando o jogo de domingo, às 11 da manhã, no Couto Pereira, contra a Chapecoense.

A tabela de classificação mostra o momento delicado do Coxa Branca, que segue na zona de rebaixamento, ocupando a 18ª posição, com apenas 18 pontos.

Pode até sair da incômoda posição, mas para isso precisa vencer a Chapecoense, torcer por derrota de Avaí ou Figueirense e ainda aguardar pelo saldo de gols. Não é missão fácil, mas a vitória para o Coritiba representa um oxigênio importante, pois empate e derrota é asfixiante.

As limitações do Coritiba são conhecidas. O time ainda não encontrou o ponto de equilíbrio. Falta qualidade em todos os setores e não tem conseguido fazer da sua casa um diferencial, ponto que justamente faz a diferença para a Chapecoense, sem querer comparar os dois times, pois o elenco da Chape é mais qualificado.

A diferença entre Coritiba e Chapecoense ao final do turno é de 10 pontos. Uma demonstração clara e inequívoca da superioridade técnica da Chapecoense, pois todos já se enfrentaram e os rendimentos são muito diferentes.

Vencer no Couto Pereira não será missão fácil para a Chapecoense, principalmente se jogar com na maioria das vezes jogou fora de casa. Jogando o que pode e deve jogar fora da Arena Condá, tenho certeza que a Chapecoense vence o jogo.

Teoricamente a necessidade da Chapecoense aponta para seis vitórias em 19 jogos restantes. Arriscar fora de casa me parece bastante razoável, para encurtar caminho e mirar outras possibilidades.

 

OBS: Perdão pelo mando de campo invertido da ilustração, mas era o que havia para o momento.

 

2 comentarios para “Tudo ou nada”

  1. Moraesão disse:

    Incógnita! Se atuar do mesmo jeito que vem atuando fora de casa perde o jogo. Mas quero crer que haja uma mudança de postura do comando técnico e do time nos jogos fora de casa.

    Se a chapecoense jogar pra vencer os jogos fora de casa ao invés de jogar pra empatar certamente fará melhor campanha do que no primeiro turno. Até porque campanha pior será difícil fazer. Em 9 jogos, 6 derrotas, 2 empates e 1 vitória, 5 pontos de um total de 27 pontos, é campanha de rebaixamento.

    Pra comparar com o resultado dos times da zona de rebaixamento nos jogos fora de casa:

    Vasco: 9 jogos, 7 derrotas, 1 empate e 1 vitória, 4 pontos.
    Joinville: 9 jogos, 6 derrotas, 2 empates e 1 vitória, 5 pontos.
    Coritiba: 9 jogos, 6 derrotas, 2 empates e 1 vitória, 5 pontos.
    Goiás: 9 jogos, 4 derrotas, 3 empates e 2 vitórias, 9 pontos.

    Por favor né Eutrópio, bota os cara jogar pra vencer desde o início da partida, depois que tomar o primeiro daí não adianta correr atrás do prejuízo.

  2. Elizandro disse:

    Tem que acreditar em papai noel pra achar que a Chape vai vencer esse jogo.

Deixe um comentario