Catarinense 2016

O grande problema de um regulamento bom, correto, esbarra nas datas. O Campeonato Catarinense de 2016 começou a ser discutido pela Associação de Clubes e na sexta-feira cai na mesa da Federação Catarinense de Futebol para, quem sabe, ganhar forma.

Sou defensor da fórmula que contém turno e returno, sendo que os campeões de cada fase decidam o título e se um mesmo vencer as duas fases, é campeão direto.

Assim deveria ser a fórmula das Séries A e B nacional.

O problema fica por conta das datas. Com a chegada da Copa Sul-Minas-Rio, ficará ainda mais apertado.

No caso de SC a solução futura seria diminuir o número de clubes de 10 para oito, pois tal número contemplaria quem realmente tem condições e algo de bom para apresentar. Já fui um defensor de um campeonato com 12 clubes, mas as entidades não se ajudam não se firmam e apenas roubam espaço e datas.

A boa noticia é que não ficará muito longe de um esquema de pontos corridos e as fórmulas malucas ficarão de lado, evitando chacotas e deformações inaceitáveis.

A Chapecoense esteve representada na primeira reunião e já é uma defensora dos pontos corridos desde o ano passado.

Entre os clubes ainda não houve unanimidade.

Pressão por título

Cresce entre torcedores, crônica esportiva e até mesmo internamente na Chapecoense uma pressão pela conquista do Campeonato Catarinense de 2016. É muito bom!

Na verdade precisa ser uma pressão inteligente, uma meta a ser estabelecida, que como qualquer meta pode ou não ser alcançada.

O que não pode é a cada derrota ficar cobrando e criando clima ruim.

A condição da Chapecoense, hoje, é de ponta no futebol catarinense. É a equipe mais bem colocada na elite nacional e está confirmada para a Série A 2016, portanto, nada mais natural que existir uma cobrança por título.

Na atualidade para a Chapecoense e viabilidade é ser campeã catarinense. Em outras competições é ainda pretencioso.

A última conquista foi em 2011 sob o comando de Mauro Ovelha. E que bom que aqui valorizamos o nosso campeonato estadual, sabemos a importância dele e temos um certame muito competitivo.

2 comentarios para “Catarinense 2016”

  1. Venancio disse:

    Fernando, quanto a Copa Sul Minas Rio, sera que a Chape consegue a vaga??? Hoje esta atras do Criciuma, alguns dizem que com certeza passara ate o fim do ano, mas ainda nao vi una projecao confiavel pra sabermos sobre isso, visto que desconheco os criterios pro ranking da cbf. Eh muito importante conseguir essa vaga, por isso a diretoria deve buscar motivacao nos jogadores para que conquistem a melgor posicao nesse campeonato.

  2. Moraesao disse:

    A vaga já é nossa. Só se o Criciúma subisse e a chapecoense caísse não conseguiríamos a vaga. Como nenhuma das duas coisas vai acontecer a vaga é da chapecoense.

    Vou além do que o Fernando falou. Ao meu ver a competição q a chapecoense deveria ir com tudo é a copa Sul Minas. Campeonato Novo de tiro curto e o provável embrião do futuro campeonato nacional brasileiro. Se ficarmos campeão dessa competição gravaremos nosso nome dentre os grandes do futebol brasileiro.

    No primeiro semestre chapecoense tem q ir forte e pra vencer essa competição e tem plenas condições. Primeira fase são 3jogos 2 vitórias ou até mesmo 1 Vitória e 2 empate classifica. Depois é semifinal e depois final. Em 6 jogos pode se tornar campeão.

Deixe um comentario