Arquivo para dezembro, 2015

Vai Camilo

segunda-feira, dezembro 28th, 2015

Jogador importante na temporada 2015 da Chapecoense.

Marcou poucos, mas importantes gols e teve várias assistências que se transformaram em triunfos marcantes e decisivos.

Porém, quando um vínculo chega ao fim, quando um procurador de atleta corre atrás de dinheiro, como um comerciante que é, fica complicado segurar um profissional.

Uma fonte me disse que Camilo vai mesmo para a Arábia Saudita e que lá ganharia em uma temporada o que demoraria cinco ou seis para arrecadar por aqui. Não duvido.

Ele não quer mais ficar na Chapecoense, que precisa receber pelo rompimento do vínculo. Vamos aguardar os movimentos do mercado.

Não foi o primeiro e não será o último a romper contrato. Pagando, tudo certo, mas se sair sem cumprir o acordo fica complicado. Um diretor me disse que ele é muito correto. Que assim seja.

Seria uma triangulação para jogar no Botafogo? Vamos aguardar respostas.

Camilo não quer mais Chapecó e a Chapecoense. Faz parte. Seguirá seu caminho. Não é necessário elogiar a cidade e a associação. Apenas acerta as contas, fecha as malas, carimba passaporte e boa viagem.

A Chapecoense precisa agradecer? Não. Já o fez pagando bem e em dia.

A renovação mais impactante

segunda-feira, dezembro 28th, 2015

A renovação do contrato do ala Apodí dependia de uma série de situações.

Primeiro foi a sua reapresentação ao Querétaro do México, seu clube de origem.

Depois as investidas do mercado que se apresentaram inúmeras, mas que não renderam como o esperado, aliás, o mercado está muito morno na transição das temporadas.

A Chapecoense teve paciência, não se afobou, deixou que tudo tivesse um caminho natural e renovou com o atleta que chegou ao final da temporada com a maior visibilidade do elenco.

Uma renovação importante e digna de elogios ao departamento de futebol, que mostrou maturidade.

Certamente Apodí optou pela segurança de um clube sério, que paga em dia e cumpre suas obrigações.

Novidade estrangeira na Chapecoense

terça-feira, dezembro 22nd, 2015

A Chapecoense segue contratando.

Nesta manhã, a Chapecoense anunciou a contratação do uruguaio Martin Alaniz. O atacante de 22 anos estava no River Plate, do Uruguai.

Revelado pelo próprio River, Alaniz tem outras duas passagens fora de seu país. Jogou no Morelia, do México, em 2014, e no Argentino Juniors, da Argentina, em 2015. É atacante pelo lado esquerdo.

Balanço Geral

quinta-feira, dezembro 17th, 2015

 

Estou em ritmo de férias, mas não deixarei de passar por aqui para opinar e pedir a opinião de vocês.

Os que ficam e os que chegam

Contratos renovados com William Tiego, Vilson, Neto, Neném, Ananias, Gil e Bruno Rangel.

Contratados foram João Lucas, Silvinho, Gimenez, Josimar e Kempes.

A lista do momento aí está.

E sobre Camilo mais uma matéria destaca no interesse do Botafogo e também uma investida do Vasco.

A Chapecoense detém 50% do passe do atleta. Isso me foi dito pelo vice de futebol Mauro Stumpf.

A Chapecoense quer que o atleta se apresente no começo de janeiro e não vai liberar ele por pouco dinheiro, quanto mais de graça como deseja o inconveniente procurador do atleta.

E segue o baile!

Gostaria de saber a opinião dos requentadores do blog.

Não me decepciona Camilo

domingo, dezembro 13th, 2015

E segue a novela entre Botafogo e Camilo.

Uma matéria editada no Rio de janeiro da conta de que ele quer voltar ao Rio de janeiro após 11 anos afastado da cidade em que nasceu e em que vivem seus familiares.

Ele parece bem inclinado em voltar ao Rio.

O problema está na questão financeira, pois Camilo tem mais um ano de contrato com a Chapecoense e a multa seria de R$ 5 milhões. O valor pode ser negociado, mas o certo é que de graça ele não sai.

Já teriam discutido o salário do atleta, que foi avaliado como elevado pelo time carioca.

A diretoria da Chapecoense sabe é que ele deve se apresentar no início de janeiro e começar a trabalhar para a temporada 2016.

Se aparecer algum clube que pague a multa ele está liberado. Caso contrário ele sabe qual é o seu endereço.

Preste atenção no que segue

 

O procurador de Camilo saiu com essa:

A Chapecoense abre mão, não vai prender a carreira do jogador e sabe do sonho dele de atuar no Rio de Janeiro – disse o empresário Francis Leonardo.

Camilo disse: – Muito pelo lado da família, da cidade. Desde pequeno, sonho em jogar em um grande clube na cidade onde nasci. Tentei algumas vezes jogar aqui nos juniores, de Vasco e de Flamengo. Mas não deu certo. Acho que agora chegou uma grande oportunidade na minha carreira. Creio que pode acontecer. Meu sonho é jogar no Rio de Janeiro. Fico feliz por ter essa oportunidade agora, aos 29 anos. Fico muito grato. Estou esperando para ver o que vai acontecer – afirmou Camilo.

Só podem estar de brincadeira!  

 

 

 

Mais uma temporada para BR9

domingo, dezembro 13th, 2015

O que parecia que não aconteceria, aconteceu.

A Chapecoense e o atacante Bruno Rangel chegaram a um acordo e renovaram contrato.

Encontrar no mercado um atacante com as características de Bruno Rangel não é muito fácil, por isso a decisão em mantê-lo.

No primeiro contato não houve acerto entre as partes. Certamente ambos cederam um pouco e tudo acabou bem.

A temporada de Bruno Rangel foi bem modesta, apesar de ter sido o goleador da temporada na Chapecoense. Ficou longe de suas possibilidades. Internamente o ambiente não andava muito bom para ele, houve também as lesões que o tiraram de campo e muitas reclamações públicas de sua parte.

Em determinado momento disse que não precisava mais provar nada para ninguém. Como assim?

Ganhando um belo salário e sempre em dia, ele precisa acordar todas as manhãs e provar que a decisão em o manter está correta, caso contrário, parece que joga quando quer.

É um bom jogador, tem identificação com os torcedores, foi fantástico na Série B, colaborou para as manutenções na Série A, mas precisa ser mais e não apenas se refestelar nas glórias passadas.

Gostaria de ver em campo em 2016 um Bruno Rangel querendo ser o cara e não apenas escorado naquilo que já fez.

Tem capacidades. É só choramingar menos. Ele já marcou 54 gols com a camiseta da Chapecoense.

O contrato é por mais um ano.

Os renegados

sexta-feira, dezembro 11th, 2015

A Chapecoense passou a régua e fechou a conta de 12 atletas que pouco ou quase nada fizeram na temporada. A exceção fica por conta de Wanderson, seja pelo profissional que é ou por sua grande passagem de quatro anos na Chapecoense.

Destaco alguns. Elicarlos sempre foi homem de extrema confiança de Vinícius Eutrópio. Teve uma grande queda técnica e se transformou em um jogador comum, sem função.

O caso de Richarlyson é de profunda decepção. Jogou pouco e quando jogou nada fez. Sofreu uma grave lesão e foi o grande prejuízo financeiro da temporada.

Desde a chegada de William Bárbio ele foi apedrejado por parte dos torcedores e da imprensa. Teve uma melhora coma chagada de Guto Ferreira, mas não foi o suficiente.

Pouco acrescentou.

E Tiago Luiz. Pediu uma nova chance, ganhou, jogou pouco e encerra a sua participação na Chapecoense de forma melancólica. Teve azar também naquela bola no travessão contra o River Plate. Tivesse entrado a história poderia ser outra. Os outros sequer merecem uma analise.

Os renovados e os que estão chegando 

O lateral esquerdo João Lucas do Paysandu foi anunciado como a nova contratação da Chapecoense.

Jogou 37 jogos dos 38 na temporada pelo time do Norte.

Segundo colegas foi muito regular e eficiente. Seja bem vindo.

Contratos renovados na Chapecoense:

O veterano Neném, os zagueiros William Thiego e Vilson, o meia Gil, o atacante Ananias.

Renovações importantes e bastante representativas.

Pode ser contestada a permanência de Neném, mas de resto boas notícias.

Departamento de futebol da Chapecoense acelera renovações e contratações e pretende antes do Natal ter muitas situações encaminhadas.

Outra contratação anunciada é a do atacante Silvinho vindo do Joinville.

Despedida

quarta-feira, dezembro 9th, 2015

O volante Wanderson não faz mais parte do elenco da Chapecoense. O anúncio oficial aconteceu na tarde de hoje, via redes sociais.

Um dos atletas mais regulares e disciplinados que pude ver jogando na Chapecoense nos últimos 10 anos.

Foi vice-campeão em 2013 e esteve nos acessos das séries C para a B e depois para a Série A.

Um profissional na integralidade da palavra. Correto no atendimento das suas obrigações, leal dentro de campo, eficiente e apesar de ser um homem de marcação, levou poucos cartões.

Sempre fui um admirador do seu futebol, discreto, mas elegante, jogando para a coletividade e nunca desejando ser o centro das atenções. Exerceu forte liderança em períodos mais complicados. Uma das melhores contratações da última década. Vai seguir seu caminho e certamente terá sucesso. Merece.

Fim de festa

segunda-feira, dezembro 7th, 2015

Atlético-MG 3×0 Chapecoense

 

Não foi um bom final de temporada para a Chapecoense, olhando apenas o último jogo. Fecha a conta na 14ª posição perdendo fora de casa para o vice-campeão brasileiro por um placar elástico e que não foi maior devido às oportunidades perdidas pelo time da casa.

O primeiro tempo da Chapecoense foi bom até levar o gol aos 32 minutos. Veio o abatimento e logo no começo da segunda etapa e com isso a Chapecoense perdeu sua capacidade de reação.

O Atlético-MG se preparou para o jogo, montou uma bonita festa, entrou no clima do jogo e com isso ganhou com naturalidade.

A Chapecoense não se engajou mais após a sua manutenção na Série A e pensou mais nas férias do que no campo de jogo. Os jogadores, que fique claro, pois a diretoria e a comissão técnica trabalharam até o final.

O importante foi à construção do elenco em torno da manutenção da Chapecoense na Série A, mas ficou claro que este mesmo elenco necessita de oxigenação e de contratações mais qualificadas.

A diretoria da Chapecoense está trabalhando intensamente para montar o mais rápido possível a espinha dorsal do novo elenco, que deve receber investimentos mais fortes desde o começo da próxima temporada, pois a diretoria fala em conquistar o Campeonato Catarinense e para isso necessita de arrojar-se na montagem de um grupo mais forte, que possa, por exemplo, levar a Chapecoense a fechar a temporada entre os 10 melhores.

Fim de feste a agora começam as fortes especulações de quem fica e quem sai.

O técnico Guto Ferreira fica.

História emocionante

quinta-feira, dezembro 3rd, 2015

 

A história de Fiorelo Poloni, 88 anos, me emocionou.

Ele foi contemplado com um ingresso para assistir ao jogo Chapecoense x Goiás, através de uma parceria entre a Prefeitura de Chapecó e seu projeto Cidade do Idoso e a Chapecoense.

Ele disse: “chorei de alegria”. E eu com a declaração e a história dele.

Um homem na altura dos seus 88 anos, com toda a experiência que a vida lhe proporcionou, com seus cabelos e barba brancos, com as rugas que marcam seu rosto, com sabe-se lá tudo que passou por esta vida, se emocionou com um gesto simples e com um jogo de futebol do seu time do coração.

Um detalhe. Ele reside em Chapecó há 50 anos. Nasceu em Bento Gonçalves no Rio Grande do Sul. Apesar de meio século de Chapecó, ele nunca havia assistido a um jogo no antigo Estádio Regional ou mesmo na Arena.

Sua emoção foi tão grande que ele registrou toda a inédita experiência em um diário.

Como é fácil fazer as pessoas felizes!

Como é importante uma entidade como a Chapecoense se inserir cada vez mais nos projetos sociais de Chapecó e aproximar as pessoas, de todas as idades, do time e dos eventos esportivos.

A emoção de Fiorelo Poloni me emocionou e me fez ganhar o dia.

Uma bela matéria foi editada pelo Jornal Folha de Chapecó e outra citação na coluna do colega Rodrigo Goulart.

 

FOTO – MAURICIO ZANELLA.