Um jogo e seus ensinamentos

Chapecoense 3×3 Brusque

 

Para quem gosta de gols foi um show. Para o torcedor da Chapecoense uma tarde de angústia, para o torcedor do Brusque o sentimento de ir da glória a decepção de ceder um empate após abrir uma vantagem de três gols.

O primeiro tempo da Chapecoense foi muito ruim, levou três gols e se perdeu em campo, somado a uma atuação muito competente do Brusque de Mauro Ovelha que soube armar a sua equipe e envolveu a Chapecoense em todos os setores. Houve uma jogada espetacular de Lucas Gomes, que partiu do campo de defesa, foi passando por todo mundo e quando chutou a danada da bola resolveu bater na trave. Que pena! Quem sabe se aquela bola tivesse entrado a história do jogo seria outra. Mas ela não entrou.

Fim do primeiro tempo e todos atônitos com um placar de 3×0 para o Brusque, construído na bola, com futebol de qualidade.

Veio a segunda etapa e uma nova realidade. Para quem analisa futebol, o jogo não acaba com o apito final, é preciso ouvir com atenção as vozes quem saem da zona mista e da entrevista coletiva do técnico.

E foi na coletiva que o técnico da Chapecoense, Guto Ferreira, revelou algo muito importante. A cobrança pela atuação ruim da primeira etapa partiu de líderes do time, dos que jogam ou ficam no banco, como Cleber Santana, o capitão. Foi do vestiário, no intervalo, que as coisas começaram a ser resolvidas. O time voltou a campo antes da hora, tamanha era a vontade de reverter a situação.

O primeiro gol foi de pênalti, com Bruno Rangel, a menos de três minutos, que recolocou a Chapecoense no jogo.

O segundo gol foi uma pintura de Maranhão, um jogador que cresce a cada jogo.

E o terceiro e definitivo teve toques especiais. A entrada de Silvinho começou com um carinho do técnico que lhe disse ao ouvido que ele iria entrar e fazer o gol. Ele entrou e levou um cartão amarelo, pois pelo entendimento do árbitro ele não havia autorizado sua entrada. O goleiro da Chapecoense quase sofre um gol que seria uma tragédia, um frango gigantesco. A bola vai em direção ao ataque, um cruzamento vem da esquerda e Silvinho se antecipa a marcação, vai ao encontro da bola e de cabeça empata o jogo na sua primeira participação com bola no jogo. A premonição de Guto Ferreira se transformou em realidade.

Fim de jogo, o empate em 3×3 depois de estar levando um 3×0, o ensinamento da primeira etapa que quando se entra em campo desligado a derrota é certa e que com atitude e muito futebol como na segunda etapa a Chapecoense é um grande time. Segue e invencibilidade e a campanha exuberante que vai render o título sim e sem a necessidade de jogos finais.

13 comentarios para “Um jogo e seus ensinamentos”

  1. Jr Verdão disse:

    Que confiança Fernando! Eu diria que tudo passa pelo jogo contra o Figueirense sábado. Eles reconstruíram o time e estão embalados. Se dá uma tragédia e eles ganham ficam muito vivos para ganhar o returno. Que desgraça isso seria! Mas acho que a Chape entra diferente contra times grandes, ainda mais jogando fora.
    Mas pelo que aconteceu sábado dá para ver que o time quando precisa reagir tem grupo e competência, claro que não seremos ingênuos de acreditar que chegaríamos ao empate contra um time melhor, mas só a atitude já estava bom, quando estava 2×3 eu já estava feliz pela nova postura.

  2. Jackson disse:

    Show, manteve a invencibilidade, acredito no titulo invicto! seria fantástico, vamos conseguir!!!
    Agora, Gimenez não pode estar no plantel da Chapecoense, na base dever ter algum outro que não comprometa, ele erra muito, não tem explosão, velocidade, tem vontade mas é muito limitado, não pode estar nesse elenco, Kempes não pode mais ter oportunidade, tá avacalhando, preguiça de mais, não ganha uma por cima, os passes então nem se fala, não consegue render num estadual vai render na serie A, acho que deu né, não custa nada dar chance pro moleque da base.

  3. Mateus - Porto Belo disse:

    Tem o Cláudio agora para a lateral, teremos também o Rodrigo para estrear, o time ainda pode mudar muito, mas grande poder de reação o nosso, a atitude dos jogadores foi o mais importante!

  4. Cristiano disse:

    Gostaria de pedir ao pessoal das organizadas , Vamos apoiar o time, vamos nos treinos, no Aeroporto na saida para floripa , e repetir a receita que deu certo no ano passado. Teremos agora a pior sequencia de jogos e precisamos muito dos resultados para decidirmos o titulo direto . . . . Agora é a hora de mostramos nossa força . . . .

  5. Augusto disse:

    Não aguento mais esses Zé Ruela falando mal do Kempes. Puta que pariu que coisa chata. Deixa o cara jogar em paz. Ele não vai embora, tem contrato até Dezembro e vai cumprir. Então não adianta ficar choramingando igual uma Gazela. Chora na cama q é lugar quente.

  6. Moraesao disse:

    Esse próximo jogo contra o Figueira pra mim é o mais importante….Se vencer coloca uma mão na taça, se perder terá de vencer os outros 3 jogos pra levar e se empatar vai se complicar. Portanto vai ter que vencer esse jogo dificílimo. O time do figueirense melhorou muito e pior, contra a chapecoense os caras sempre jogam a mais do que podem.

  7. Jackson disse:

    kakakakaka era só o que faltava, o cara nem foi pra rua e já tem viúva,
    Parabéns campeão ótimos argumentos você entende muito de futebol, da pra ver que acompanha todos os jogos e está sempre presente no estádio, é de pessoas como você que precisamos, pela fala desrespeitosa deve fazer parte daquela torcida organizada… valeu

  8. Mateus - Porto Belo disse:

    Jackson o Kempes pode até não ser um atacante excepcional mas faz seus gols, isso é o que importa, tem entrado bem e dando conta do recado é o que importa! Mas gostaria de ver o Alaniz jogando…

  9. Mateus - Porto Belo disse:

    Moraesao se vencermos o jogo contra o Figueirense vai ser difícil alguém tirar o returno da gente!

  10. Alecsandro disse:

    Vamos realmente saber em que nível estamos no jogo de sábado contra o Figueirense. Até agora foram jogos contra pesos mortos, o Figueirense é time de série A e montou um grupo de série A. Temos que ser testados, até para a diretoria e comissão técnica analisar o que ainda falta. No meu ver ainda temos plenas condições de ir lá e vencer, pelo fato do time estar bem mais entrosado que o time deles.

  11. Augusto disse:

    Jackson, pelo jeito a Chape precisa de torcedores como vc, que só sabem reclamar dos jogadores contratados. Só pra vc ter uma idéia, o Kempes começou 4 jogos como titular e fez 4 gols. Se ele tivesse batido todos os pênaltis que o Rangel bateu, provavelmente seria o artilheiro do campeonato. Ele pode não ser um atacante primoroso, mas tem dado sua colaboração. E ficar toda hora reclamando dele só atrapalha a CHAPECOENSE. Então fica pianinho aí que quem não entende nada de Chape é você.

  12. Samair disse:

    o time mostrou poder de reação,quase viramos o placar…agora vamos ver contra o fugueira…temos que ganhar
    Falando nisso, como alguem faliou…gimenez…pqp não é hje que não vem contribuindo, a fase dele não é boa, acho q para o prox jogo, teria que iniciar com o claudio, com certeza contrubuiria mais…

  13. Paulo disse:

    Gurizada kempes nunca foi nada, não era aqui no fim da carreira que ia vingar, uma jogada de empresário, tem gente ganhando dinheiro com esse negócio… “assistam todos os jogos do inicio ao fim e vejam, não fiquem apenas no radinho, pq esse não condiz com o que ocorre em campo” (conselho).

    Falando de reforços, claudio Winck uma ótima contratação, vai render no ano, tenho certeza! diretória acertou em cheio,
    agora o Rodrigo Andrade não sei não, teve problemas em praticamente todos os clubes, indisciplinado, acho que foi um baita erro, um risco desnecessário, o grupo ta bacana, da pra ver isso. Deveriam aguardar e buscar um jogador com perfil de jogar aqui, mas agora torcer pra ele render e com 28 anos na paleta por a cabeça no lugar.

Deixe um comentario