Coaching

 

O que significa? “Coaching é um processo que visa elevar a performance de um indivíduo (grupo ou empresa), aumentando os resultados positivos por meio de metodologias, ferramentas e técnicas cientificamente validadas, aplicadas por um profissional habilitado (o coach), em parceria com o cliente (o coachee).

O processo de coaching leva o cliente a novos entendimentos, alternativas e opções capazes de fazer com que ele amplie suas realizações e conquistas.

Começo a coluna com esta informação, que julgo importante, pois a Chapecoense traz para Chapecó, mais uma vez e no momento mais importante da temporada até aqui, o profissional Gustavo Evangelista, para aplicar as técnicas acima citadas, junto ao elenco de jogadores e comissão técnica da Chapecoense. A presença de Evangelista não é uma novidade, pois ele já esteve aqui em outras oportunidades. Ele fez cursos junto ao Barcelona e já prestou serviços para importantes equipes do nosso futebol.

O futebol de modernizou e muito nos últimos tempos. Ferramentas modernas são utilizadas a todo o momento e dentro do futebol foram criadas muitas técnicas que chegam as grandes empresas para serem ampliadas.

Dentro de um conjunto de situações as técnicas de motivação se mostram importantes para criar uma sinergia na busca do grande objetivo, no caso da Chapecoense, ser campeã estadual.

Em outras oportunidades a Chapecoense já se valeu de auxílios de profissionais desta área para abrir os horizontes dos seus profissionais.

As técnicas de motivação, somente elas, não ganham jogos ou campeonatos, mas sem elas pode ser mais complicado e claro, não prejudicam em nada, muito antes o contrário.

Alguns dirão que é frescura, algo desnecessário, uma perda de tempo, pois antigamente o que ganhava jogo era uma porrada na mesa e o técnico mostrando que quem mandava era ele e ninguém mais. Aos que pensam desta forma gostaria que reformassem suas ideias, pois o mundo de moderniza a cada segundo e os que ficam parados no tempo acabam atrapalhando.

Boa iniciativa da Chapecoense.

 

5 comentarios para “Coaching”

  1. Augusto disse:

    Esse cara vai ter muito trabalho pela frente. Já pensou ter que motivar Ananias,Cléber Santana, Gimenez, Dener, Bruno Rangel, Thiago e CIA???? Só de olhar pra esses caras já bate aquela soneira. Esse é o elenco mais sono da história da Chape.

  2. thiagao, sincero disse:

    esse augusto é um otario!

  3. Cristiano disse:

    Não acho que isso ira resolver . . . .

  4. Jr Verdão disse:

    No site do globo esporte tem para escolher o gol mais bonito e com a narração comparativa de Fernando Doesse e Ivan Carlos dos mesmo gols. Eu cresci ouvindo Ivan Carlos até um tempo atrás quando o Badá mudou para a Chapecó que troquei de rádio. Mas percebi que as narrações do Fernando são mais “detalhadas” no momento do lance. Por exemplo, no gol do Hyoran o Ivan fala apenas: “a bola sobrou para Gimenez, goolll” (?!), depois ele explica o lance.

  5. Pedroso disse:

    Tomara que ajude né. Motivar um pouco esses come-dorme, pq ultimamente tá dando sono vê-los jogar mesmo, concordo com o Augusto. Eu daria uma boa mexida nesse time, a começar pelo goleiro. Danilo é um bom goleiro, mas Boeck é nível internacional. Pra mim merece ser o titular. Aí no meio colocar o Rodrigo Andrade pra compor melhor o meio-campo. Esse esqueminha ANANIAS-MARANHAO-RANGEL não dá certo não. Tem que ter 4 homens de meio-campo e 2 atacantes. Eu escalaria assim a equipe: BOECK;CLAUDIO WINCK,NETO,THIEGO,DENER;MOISES,GIL,CLEBER SANTANA, RODRIGO ANDRADE; LUCAS GOMES E RANGEL. Mas o Guto é mais um desses treinadores metidos a moderninhos que acham q entendem mas nao entendem porra nenhuma. ISSO AQUI NÃO É EUROPA NÃO MEUS FILHOS. Isso aqui é futebol brasileiro. Faz o 4-4-2, faz o simples e para de querer se consagrar com esquemas que não funcionam.

Deixe um comentario