A volta dos três pontos

 

Vitória 1×2 Chapecoense

 

As duas equipes estavam pressionadas no jogo de ontem. Próximas da zona de rebaixamento e necessitando de três pontos para criar uma distância.

O primeiro tempo foi de um 0×0 com o goleiro Danilo trabalhando muito e o Fernando do Vitória pouco. Mesmo com mais posse de bola da Chapecoense o Vitória esteve mais perto do gol, mas não carimbou a rede.

Na segunda etapa, perto da faixa dos 30 minutos o cenário mudou. O Sérgio Manoel chamou a responsabilidade, foi pra cima e marcou com a ajuda do Fernando Miguel.

Saída de bola e o gol de empate do Vitória com o voluntarioso Marinho guardando. Não deu tempo de comemorar, nem de um lado nem do outro. Escanteio e William Thiego marcou de cabeça, mostrando a sua grande fase lá na frente.

O Vitória desperdiçou muitos gols e sofreu o famoso quem não faz leva. A Chapecoense também teve sua fase de perder oportunidades, mas foi mais time ao final.

O que pegou forte antes mesmo do jogo foi o interesse do Bahia na contratação da comissão técnica da Chapecoense.

O que ouvi em Salvador foi de que a proposta seria de R$ 300 mil mensais, quase o dobro do que recebem na Chapecoense. O técnico Guto Ferreira não quis falar sobre o assunto. Foi insistentemente indagado, mas negou-se a falar sobre o assunto, demostrando total ética profissional.

Pelo que notei ele recebeu sim uma proposta, via seu agente, mas é assunto para ser tratado na segunda-feira.

A vitória veio na hora certa. Já havia a ameaça de instalação de uma crise, as reclamações estavam se acumulando e uma vitória fora de casa, contra adversário direto tem um peso ainda maior.

O jogo foi desgastante, com viagem longa, jogo ao meio dia e com 33 graus de temperatura. O grupo sentiu. E no meio de semana tem o Atlético-PR.

Vitória de grande importância.

 

7 comentarios para “A volta dos três pontos”

  1. Moraesao disse:

    Agora precisa vencer em casa. Só a Vitória interessa nos jogos em casa. O Caldeirão tem que voltar a ferver.

    No jogo, grande destaque pro Sérgio Manoel, defende bem e ainda apoia mais que o Denner no ataque. Acho q vai virar nosso novo lateral esquerdo. Arthur Maia entrou bem e cobra escanteio muito bem. Cleber Santana anda meio abaixo, assim como o Lucas Gomes. Silvinho não pode perder um gol daqueles era só tirar do goleiro. Danilo embaixo da trave é um monstro, quando tem que sair do gol é um Deus nos acuda. Rafael Bastos deu pra perceber que é um jogador forte e lutador? Será muito útil.

    Agora o que pegou é essa possibilidade do Guto sair
    Pelo jeito os caras vieram forte. Agora uma coisa que não entendo, dá onde o Bahia tem tanto dinheiro se tão na série B é só contratam atletas da série A. Aí tem. Acho que muitos ai vão ficar sem ver o salário. É fácil oferecer, difícil é pagar.

  2. Jr Verdão disse:

    De fato Sérgio Manoel jogou muito e o que é a sina do ex hein? Duas assistência de Artur Maia. Me preocupo para o jogo de quarta contra o Atlético, talvez o time possa sentir o desgaste. O atlético jogou sábado em casa e vai fazer uma viagenzinha bem light até aqui.
    Percebi que o Thiego deu o bote errado na hora do gol do Marinho, mas foi lá e fez de cabeça numa cobrança perfeita do Artur, será que ele estava com raiva dele mesmo que não comemorou o gol ou porque a torcida não falou muito dos gols dele contra o Grêmio?

  3. Jonas disse:

    vitoria fantastica da chape, e o artur maia pedindo passagem para o time titular,3 assistencias em 2 jogos…ja ta merecendo…poderia escalar ele na meia, e deixar so o rangel e o lucas gomes la na frente…com 4 homens no meio campo…acho q com cleber santana e artur maia o time ganharia muito em posse de bola…

  4. Augusto disse:

    Quando o time ganha, poucos comentários aqui. Quando perde, passa de 20. O que dizer? Tem q comentar no ruim é no bom. Qto ao jogo, Chape jogou super mal. Vitória criou 6 chances claras de gol. então saímos no lucro.

  5. Jr Verdão disse:

    O dia que você falar que a Chapecoense jogou bem vou achar estranho Augusto. kkkkk

  6. Paulo disse:

    Chape foi bem, não adianta, jogou de mais, falando sério o que menos importa nesses jogos, contra esses adversários do nosso campeonato é a atuação, e o resultado conta e só, ou ontem fomos superior ao Vitória? vi um jogo igual…

    Arthur Maia mais uma vez foi bem, merece uma oportunidade no time de cima, BR9 jogou muito também, não adianta quando a bola chega ele sabe o que faz, pena aquela cavadinha ter ido pra fora…

    Winck tem que entrar nesse time, e ter uma sequência antes desse bando de gazela queimar ele… dêem uma segurada, esse cara está com as cores da Chape, muito gaymista torcendo contra o cara, todos sabemos que tem potencial só falta jogar alguns jogos, SEQUÊNCIA! (concordo que um pouco de garra também vai ajuda-lo) mas ele tem total condição de assumir a lat. Direita… o time está encaixado querendo ou não temos um padrão médio de jogo, e convenhamos que padrão médio nesse Brasileiro da pra conseguir muita coisa…

    Quanto ao Guto, acho que pelo bem da carreira deve continuar aqui, (quer dizer, se ele pensa a longo prazo), sabe das nossa limitações como estrutura, e isso conta, aqui o que ele fizer acima do 16° posição terá feito um grande trabalho e será credenciado a nos próximos anos assumir uma equipe de ponta, no Bahia clube decadente, tem a obrigação de subir pra Série A sabendo que série B é mais pegado que a A…

  7. Costa disse:

    Chape jogou mal. Ganhou com uma dose de sorte. Claro q a sorte procura o lado de uma certa dose de competência.
    O time começou o jogo com um grande vazio no meio. CS88 estava com dificuldade de voltar a função de meia. Não é culpa dele, afinal ora colocam-no como volante, ora como meia. A mecânica fica confusa! A formação inicial até estava certa, precisávamos reforçar o sistema defensivo. Com a saída do Moisés (jogador azarado), entrou Rafael Bastos e a tendência era oreencher mais o espaço vazio no meio. Rafael entrou recuado demais e seguimos perdendo o meio de campo. Esse problema só foi resolvido com a entrada do Arthur Maia. Somente neste momento a chape corrigiu seu principal problema no e começou a mandar no jogo.
    As laterais tb estavam mal. Pouca movimentação dos dois lados. Gimenez encanta pela dedicação, mas a vontade é muita e a bola é pouca. Pelo outro lado, Sérgio Manoel estava fora de posição, apesar de ter se movimentado pouco, acabou sendo fundamenta com seu gol. Apesar de se consagrar, fiquei com a impressão de que se tivéssemos um lateral de ofício e com mais eficiência, poderíamos ter ganhado com mais tranquilidade.
    De maneira geral precisamos trabalhar essa bola com mais velocidade e objetividade. Mais passes rápidos e progressivos. Perdemos muitos contra-ataques pela lentidão da transição.
    Antes de esqueça, Silvinho está bem, só falta um pouco de tranquilidade na finalização. Com o tempo a confiança virá e os gols surgirão. Ananias deve se manter na reserva!

Deixe um comentario