Independiente 0×0 Chapecoense

Primeiro tempo

 

Gostei muito da primeira etapa da Chapecoense em Alvellaneda na Argentina. Ficou no 0×0.

O Independiente até que tentou atacar, exerceu uma certa pressão, mas sem efetividade. Terminaram a etapa inicial com os dois zagueiros pendurados com cartão amarelo.

Sustos? Nenhum. Inclusive o próprio estádio teve uma capacidade de público bem abaixo das possibilidades.

A proposta foi bem clara. E foi igual à que foi adotada pela Chapecoense contra o Fluminense.

Correu poucos riscos, mas também não se arriscou em demasia.

A Chapecoense tem sim um jeito de jogar. E ele se formou exatamente dentro das possibilidades do elenco.

A boa experiência do elenco da Chapecoense, com boa parte do elenco carregando experiências internacionais, fez a diferença na primeira etapa de jogo.

Segundo tempo

Daria para copiar o teto acima, mas vamos encontrar algumas diferenças.

A Chapecoense mudou três vezes e foi como se nada tivesse acontecido. As entradas de Sergio Manoel e Lucas Gomes não deram em nada e a chegada de Bruno Rangel ficou apenas no anúncio da sua entrada, pois afinal de contas ele sequer tocou na bola.

Na defesa a grande novidade a Chapecoense não sofreu nenhum gol e a atuação de Felipe Machado foi destacada pela equipe da Rádio Chapecó AM 1330, com boa atuação também do que William Thiego.

O resultado de 0×0 foi bom sim, pois estabelece um paridade para o jogo de Chapecó em, agora será a vez de a Chapecoense exercer seu fator local.

A Chape é time cascudo e não se amedronta com quem quer que seja.

 

 

 

7 comentarios para “Independiente 0×0 Chapecoense”

  1. Mateus disse:

    Gostei muito do primeiro tempo, mas as substituições não surtiram efeito, dava para ter ganho o jogo! O time deles não é isso tudo que falam não, é bom, tem qualidade, mas a Chape jogou de igual pra igual, no segundo tempo é que caiu um pouco de produção, sergio manoel não rendeu nada, na verdade acho que comprometeu, pois ontem o Gimenez fez uma boa partida.

  2. Jr Verdão disse:

    A substituição do Gimenez claramente foi para dar mais ofensividade, já que o Sérgio Manoel apóia mais o ataque, mas não deu muito certo.
    Gosto do trabalho do Caio Jr, fez um jogo de 90 minutos já pensando nos outros 90, poderíamos jogar com a pegada na marcação também no brasileiro, porque ontem o time mordia assim que eles pegavam a bola na meia cancha. Partidaça, como eu nunca tinha visto do Felipe Machado e do Gimenez (defensivamente). Josimar é importante na marcação, mas pra armar um contra ataque: pode abandoná! Ele errou todos os passes para o ataque. Mas o sentimento é que fizemos mais uma vez bonito, e a América criando cada vez mais respeito por nosso time. Dos brasileiros na sula, Coritiba perdeu em casa e o Santinha levou 2.
    Mas agora tem que ganhar quarta, se eles fizerem um golzinho já complica. Tem que encher o estádio!

  3. samair disse:

    Resultado fantástico… o time do indiependente não é la essas coisas,da pra passar…..

    Ontem pra mim no segundo tempo, a zaga não estava me passando confiança, parecia que a qualquer momento eles iriam fazer o gol, naquele lance que o goleiro deu um bago pra frente e o atacante ficou cara a cara com o danilo, putz o denner vacilou, não so nesse lance, como aquele outro que eles trocaram passe dentro da area…pra mim esse é o maior problema, os adversarios trocam passes com muita facilidade em seu campo de ataque e proximo da nossa grande area, isso mata torcedor do coração…mas vamo q vamo, domingo ganhar do greminho la na casa deles, e no jogo da volta estou bem confiante

  4. Mateus disse:

    A Chapecoense na verdade se retraiu demais no segundo tempo, quando marcávamos a saída de bola e fazíamos aquela pressão no campo deles eles não conseguiam nem sair jogando… Faltou isso no segundo tempo, o Dener não vem jogando muito bem, mas vai colocar quem? Alan? Não né… Mas vou falar uma coisa pra vocês, se continuar jogando com essa vontade vamos longe, pena que algumas peças comprometem demais o nosso time…

  5. Marcelo disse:

    Penso que o jogo de volta será tão difícil quanto. Bom de empate é com gols. No segundo tempo a Chape abriu mão de atacar. Tem que ser mais agressivo. O Sergio Manoel tem que jogar na posição dele. Não rende, não adianta e o Josimar é sempre o Josimar desarma e entrega.

  6. jackson disse:

    Cara, o Jogo foi um baita treino, ataque contra defesa, esse time do Independiente é bem limitado,vi os últimos 3 jogos deles e só seremos desclassificados se fizermos um jogo muito abaixo do que viemos jogando, o nosso caiotropio como o pessoal se refere, foi pra não levar gol, (sim tinha 3 atacantes, mas ofensividade não é isso, é muito mais postura de time do que numero de atacantes) eles tiveram algumas oportunidades para fazer o gol, mas pela incompetência não o fizeram…
    No jogo de volta da pra fazer o jogo ser nosso e jogar, não pode se acovardar, a bola pune como diria Muricy Ramalho, sorte a nossa que esse adversário é limitadíssimo.

    A punição pelo baita jogo do Gimenes foi ser substituído, bacana. Ele estava muito bem na partida, era disparado o melhor em campo e jogando o jogo com muita força e garra, parece que ele acompanhou jogos pra jogar como se joga esses torneios copeiros, Josimar é uma piada de mal gosto, não tem velocidade, falta qualidade minima pra jogar num time profissional de futebol… agora os cara vem e falam que Felipe machado foi o melhor? ai é palhaçada com quem tem o minimo discernimento sobre o que é futebol… outra coisa que reparei, mas o Lucas Gomes não tava muito afim de jogo ontem…

  7. William Frederico Garbin disse:

    Lourency jogou muita bola. Belo jogador. Grata surpresa. Ano que vem esse garoto vai ser nosso titular, podem escrever. Na Fox Sports Argentina foram só elogios ao garoto. Quanto ao jogo, nossa estratégia foi arriscada, abdicamos do jogo praticamente, mas deu certo. A saída do Lourency que era o melhor em campo se deu por conta do Cartão Amarelo, então Caio tá perdoado nessa. Mas não dá pra perdoar a troca de GIMENEZ por Sergio Manoel. Gimenez fechou a laterial ali, não deixou passar nada. Quando o Sergio entrou, virou uma avenida. Mais cuidado com as alterações Caioba Júnior.

Deixe um comentario