Punição

A Chapecoense foi punida pelo STJD com a suspensão do técnico Caio Júnior por quatro jogos e terá de jogar dois jogos em casa com portões fechados. Cabe recurso. Teve multa em dinheiro também.

Os fatos estão relacionados ao jogo contra o Palmeiras no qual a arbitragem foi temerária, errou muito, o que gerou revolta da diretoria e da comissão técnica.

Lembrando que o presidente Sandro Pallaoro também foi punido recentemente com a suspensão de suas atividades e mais uma multa. Recorreu.

O departamento jurídico da Chapecoense vai recorrer novamente.

As penas pesadas impostas a Chapecoense seriam um reflexo exatamente do que?

Técnico punido. Presidente punido, multa pesada em dinheiro, arena de portas fechadas.

Seria uma forma de atrapalhar os planos da Chapecoense em se manter na Série A? Não creio.

Seria uma retaliação a oposição do presidente da nossa Federação ao comando da CBF? Começo a acreditar que sim.

Seria a Chapecoense uma espécie de bode expiatório na parte disciplinar para mostrar aos outros como eles mandam? Pode ser também.

O fato é que a situação está muito estranha e o peso das medidas contra a Chapecoense e as penas mais brandas aplicadas a outros clubes em situações bem semelhantes nos fazem pensar.

Dois pesos e duas medidas. O fato é que a Chapecoense precisa aprender com isso. Ficar atenta as manobras de bastidores e evitar ao máximo situações limites, mesmo quando é prejudicada impiedosamente pela incompetência dos árbitros mal preparados.

Já escrevi aqui várias vezes, que não existe no mundo alguém que tenha tanto poder imediato como um árbitro de futebol. O que ele decide na hora é lei e o que ele escreve na súmula tem uma força gigantesca.

A Chapecoense é uma entidade cumpridora dos seus deveres. Deve se defender de ações que tentam desequilibra-la e jamais aceitar a posição de injustiçada.

A associação que está mostrando ao futebol brasileiro como se administra com recursos muito menores do que os gigantes, que paga suas contas em dia, que cumpre o que promete, que não para de crescer como time e marca, não pode ser freada por perseguições, sejam elas motivas sabe-se lá por quais motivos. Aqui não!

4 comentarios para “Punição”

  1. William Frederico Garbin disse:

    Sem comentários essa punição. Punido por xingar o juiz, que beneficiou claramente o Palmeiras no jogo. Se estava mal intencionado não sabemos, mas que errou a favor do Palmeiras, isso foi claro. Enquanto isso a torcida do Palmeiras quebra tudo no Estádio e a punição é não poder vender ingressos pra torcida visitante, apenas isso. Parece piada mesmo. Espero que a Chapecoense se manifeste publicamente, emita nota de repúdio. Contamos também com a Federação Catarinense, que tá na hora de se manifestar publicamente tb. Não podemos nos calar diante de tanta injustiça.

  2. Fabio disse:

    Não existe palavras para expressar tamanha a nossa revolta, quando c tem esse tipo de noticia, uma insensates total, verdadeiro absurdo. da vontade de abandonar essa vida de torcedor.

  3. Silvio SZ disse:

    Tem q copiar os demais clubes q qdo se sentirem prejudicados entram com uma representaçao contra a CBF, como ja fizeram Flamengo, Vasco e agora o Fluminense, pode ser q nao resolva ,mas contem os animos dos q julgam as acoes.

    Eu to achando q o Depto juridico da Chape foi muito amador, colocar o advogado da Chape Dr Grocht como informante foi um tiro no pé.

    Negocio é pegar um novo escritorio juridico q tenha malícia e experiencia .

  4. Samair disse:

    também acho isso, infelizmente a gente tem que falar na mesma linguagem…faltou malicia mesmo, não da pra chape querer sempre ser a queridinha…senão vamos continuar levando nos dedos denovo

Deixe um comentario