Fechando setembro e abrindo outubro

 

 

Olho com apreço e dou a devida importância para o jogo de quarta-feira entre Chapecoense e Independiente da Argentina, mas olho com muito mais atenção o jogo de sábado, na véspera da eleição municipal, aqui em Chapecó, contra o Vitória.

O time da boa terra conta hoje com 32 pontos na tabela de classificação e está a dois da zona de rebaixamento. Ainda é um adversário direto a corrida pela grande meta do ano que é não ser rebaixado.

A Chapecoense tem mais time, joga em casa e carrega a obrigação máxima de vencer. O Vitória joga suas cartadas decisivas e vem para cá com a pressão do mundo nas suas costas.

A Chapecoense precisará ter cuidados com os desgastes decorrentes do jogo de quarta-feira, jogo que vale vaga e uma boa grana, em competição nacional. Mas sem exageros.

Se antes a Chapecoense jogou fora uma semana toda e reclamou uma barbaridade da distância de casa, e isso deve mesmo ser entendido, pois muda muito a programação, ainda mais com grupo grande de pessoas, não é fácil administrar, agora jogará uma semana toda em casa, sem deslocamentos, todos perto de suas casas e famílias, ou seja, o que foi ruim na semana passada, passa a ser um aliado nesta, decisiva na Sul-Americana e muito mais ainda na Série A, pois será preciso somar três pontos contra o Vitória.

Que semana terá pela frente a Chapecoense!

Poupar atletas ou não? Eis a questão.

Sinceramente sou contrário ao expediente de deixar um atleta no banco visando seu melhor aproveitamento no jogo seguinte, caso ele esteja inteiro, em boas condições físicas.

O que deve ser respeitado é o limite de cada um e hoje as comissões técnicas tem uma manancial de informações muito grande para poder avaliar com a máxima precisão possível como cada um está.

O que tem de melhor na quarta-feira e no sábado, assim deve ser, e tenho certeza que será.

Um comentario para “Fechando setembro e abrindo outubro”

  1. Jr Verdão disse:

    Jogo contra o Grêmio não foi tão desgastante, o Caio falou antes de começar o jogo que eles tinham feito uma logística inteligente, ficado em Buenos Aires, talecoisa, então que vão pro estouro!!

Deixe um comentario